356x237

Artista

Ziggy Marley

Sobre Ziggy Marley

Da mesma forma que Julian Lennon, David Marley enfrentou o desafio de se impor em um mundo no qual o pai, Bob Marley, foi uma lenda. Muitos fãs do principal divulgador do reggae no mundo tomaram conhecimento de Ziggy ao vê-lo tocar no funeral do pai, em 1981, quando tinha apenas 13 anos. Mas desde os 10 anos ele já frequentava os palcos junto com a banda The Wailers. O apelido é homenagem à personagem andrógina Ziggy Stardust, criada pelo ídolo David Bowie. Aos 35 anos, depois de gravar 13 álbuns como integrante do grupo Melody Makers – sendo o mais importante Conscious Party (1988), do hit “Tomorrow People”, que trazia sua mãe, Rita Marley, nos vocais –, Ziggy Marley lançou Dragonfly (2003), trazendo composições de sua autoria. Com Love Is My Religion (2006), o artista ganharia o Grammy de Melhor Álbum de Reggae. E Family Time (2009) deu-lhe outro Grammy, desta vez, curiosamente, como Melhor Álbum para Crianças. Nele, fez duetos em arranjos singelos com cantores como Paul Simon (“Walk Tall”) e Willie Nelson (“This Train”). Seu trabalho mais recente, Fly Hasta, é de 2014 e tem como destaque a faixa “I Don’t Wanna Live in Mars”.

356x237

Ziggy Marley

Da mesma forma que Julian Lennon, David Marley enfrentou o desafio de se impor em um mundo no qual o pai, Bob Marley, foi uma lenda. Muitos fãs do principal divulgador do reggae no mundo tomaram conhecimento de Ziggy ao vê-lo tocar no funeral do pai, em 1981, quando tinha apenas 13 anos. Mas desde os 10 anos ele já frequentava os palcos junto com a banda The Wailers. O apelido é homenagem à personagem andrógina Ziggy Stardust, criada pelo ídolo David Bowie. Aos 35 anos, depois de gravar 13 álbuns como integrante do grupo Melody Makers – sendo o mais importante Conscious Party (1988), do hit “Tomorrow People”, que trazia sua mãe, Rita Marley, nos vocais –, Ziggy Marley lançou Dragonfly (2003), trazendo composições de sua autoria. Com Love Is My Religion (2006), o artista ganharia o Grammy de Melhor Álbum de Reggae. E Family Time (2009) deu-lhe outro Grammy, desta vez, curiosamente, como Melhor Álbum para Crianças. Nele, fez duetos em arranjos singelos com cantores como Paul Simon (“Walk Tall”) e Willie Nelson (“This Train”). Seu trabalho mais recente, Fly Hasta, é de 2014 e tem como destaque a faixa “I Don’t Wanna Live in Mars”.

Sobre Ziggy Marley

Da mesma forma que Julian Lennon, David Marley enfrentou o desafio de se impor em um mundo no qual o pai, Bob Marley, foi uma lenda. Muitos fãs do principal divulgador do reggae no mundo tomaram conhecimento de Ziggy ao vê-lo tocar no funeral do pai, em 1981, quando tinha apenas 13 anos. Mas desde os 10 anos ele já frequentava os palcos junto com a banda The Wailers. O apelido é homenagem à personagem andrógina Ziggy Stardust, criada pelo ídolo David Bowie. Aos 35 anos, depois de gravar 13 álbuns como integrante do grupo Melody Makers – sendo o mais importante Conscious Party (1988), do hit “Tomorrow People”, que trazia sua mãe, Rita Marley, nos vocais –, Ziggy Marley lançou Dragonfly (2003), trazendo composições de sua autoria. Com Love Is My Religion (2006), o artista ganharia o Grammy de Melhor Álbum de Reggae. E Family Time (2009) deu-lhe outro Grammy, desta vez, curiosamente, como Melhor Álbum para Crianças. Nele, fez duetos em arranjos singelos com cantores como Paul Simon (“Walk Tall”) e Willie Nelson (“This Train”). Seu trabalho mais recente, Fly Hasta, é de 2014 e tem como destaque a faixa “I Don’t Wanna Live in Mars”.

Sobre Ziggy Marley

Da mesma forma que Julian Lennon, David Marley enfrentou o desafio de se impor em um mundo no qual o pai, Bob Marley, foi uma lenda. Muitos fãs do principal divulgador do reggae no mundo tomaram conhecimento de Ziggy ao vê-lo tocar no funeral do pai, em 1981, quando tinha apenas 13 anos. Mas desde os 10 anos ele já frequentava os palcos junto com a banda The Wailers. O apelido é homenagem à personagem andrógina Ziggy Stardust, criada pelo ídolo David Bowie. Aos 35 anos, depois de gravar 13 álbuns como integrante do grupo Melody Makers – sendo o mais importante Conscious Party (1988), do hit “Tomorrow People”, que trazia sua mãe, Rita Marley, nos vocais –, Ziggy Marley lançou Dragonfly (2003), trazendo composições de sua autoria. Com Love Is My Religion (2006), o artista ganharia o Grammy de Melhor Álbum de Reggae. E Family Time (2009) deu-lhe outro Grammy, desta vez, curiosamente, como Melhor Álbum para Crianças. Nele, fez duetos em arranjos singelos com cantores como Paul Simon (“Walk Tall”) e Willie Nelson (“This Train”). Seu trabalho mais recente, Fly Hasta, é de 2014 e tem como destaque a faixa “I Don’t Wanna Live in Mars”.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.