356x237

Artista

Zé Renato

Sobre Zé Renato

No final da década de 70 e durante os anos 80, o cantor e compositor Zé Renato integrou o Boca Livre, um dos mais inventivos grupos vocais da MPB. Em paralelo construía uma sólida carreira-solo, iniciada em 1982 com o álbum A Fonte da Vida. Também nos anos 80 trabalhou em duo com o colega de Boca Livre Claudio Nucci, com quem gravou o álbum Pelo Sim, Pelo Não, que traz as canções “Pelo Sim, Pelo Não” e “A Hora e a Vez”, incluídas na novela Roque Santeiro. O cantor dedicou trabalhos inteiros às composições de Silvio Caldas ( Arranha-céu, de 1993, com “Chão de Estrelas” e “Se Tu Soubesses”) e Zé Keti (Natural do Rio, de 1995, com regravações de sambas como “Nega Dina”, “Diz Que Fui por Aí” e “Máscara Negra”). Em 2001, os homenageados foram Chico Buarque e Noel Rosa, no álbum Filosofia, . O cantor gravou ainda Samba para Crianças, misturando Caymmi (“Maracangalha”) com clássicos do repertório infantil (“Samba lê lê”). Em 2007, Boca Livre ao Vivo marcaria um breve reencontro do bem-sucedido grupo vocal, que em 2014 lançou um álbum inédito, Amizade.

356x237

Zé Renato

No final da década de 70 e durante os anos 80, o cantor e compositor Zé Renato integrou o Boca Livre, um dos mais inventivos grupos vocais da MPB. Em paralelo construía uma sólida carreira-solo, iniciada em 1982 com o álbum A Fonte da Vida. Também nos anos 80 trabalhou em duo com o colega de Boca Livre Claudio Nucci, com quem gravou o álbum Pelo Sim, Pelo Não, que traz as canções “Pelo Sim, Pelo Não” e “A Hora e a Vez”, incluídas na novela Roque Santeiro. O cantor dedicou trabalhos inteiros às composições de Silvio Caldas ( Arranha-céu, de 1993, com “Chão de Estrelas” e “Se Tu Soubesses”) e Zé Keti (Natural do Rio, de 1995, com regravações de sambas como “Nega Dina”, “Diz Que Fui por Aí” e “Máscara Negra”). Em 2001, os homenageados foram Chico Buarque e Noel Rosa, no álbum Filosofia, . O cantor gravou ainda Samba para Crianças, misturando Caymmi (“Maracangalha”) com clássicos do repertório infantil (“Samba lê lê”). Em 2007, Boca Livre ao Vivo marcaria um breve reencontro do bem-sucedido grupo vocal, que em 2014 lançou um álbum inédito, Amizade.

Sobre Zé Renato

No final da década de 70 e durante os anos 80, o cantor e compositor Zé Renato integrou o Boca Livre, um dos mais inventivos grupos vocais da MPB. Em paralelo construía uma sólida carreira-solo, iniciada em 1982 com o álbum A Fonte da Vida. Também nos anos 80 trabalhou em duo com o colega de Boca Livre Claudio Nucci, com quem gravou o álbum Pelo Sim, Pelo Não, que traz as canções “Pelo Sim, Pelo Não” e “A Hora e a Vez”, incluídas na novela Roque Santeiro. O cantor dedicou trabalhos inteiros às composições de Silvio Caldas ( Arranha-céu, de 1993, com “Chão de Estrelas” e “Se Tu Soubesses”) e Zé Keti (Natural do Rio, de 1995, com regravações de sambas como “Nega Dina”, “Diz Que Fui por Aí” e “Máscara Negra”). Em 2001, os homenageados foram Chico Buarque e Noel Rosa, no álbum Filosofia, . O cantor gravou ainda Samba para Crianças, misturando Caymmi (“Maracangalha”) com clássicos do repertório infantil (“Samba lê lê”). Em 2007, Boca Livre ao Vivo marcaria um breve reencontro do bem-sucedido grupo vocal, que em 2014 lançou um álbum inédito, Amizade.

Sobre Zé Renato

No final da década de 70 e durante os anos 80, o cantor e compositor Zé Renato integrou o Boca Livre, um dos mais inventivos grupos vocais da MPB. Em paralelo construía uma sólida carreira-solo, iniciada em 1982 com o álbum A Fonte da Vida. Também nos anos 80 trabalhou em duo com o colega de Boca Livre Claudio Nucci, com quem gravou o álbum Pelo Sim, Pelo Não, que traz as canções “Pelo Sim, Pelo Não” e “A Hora e a Vez”, incluídas na novela Roque Santeiro. O cantor dedicou trabalhos inteiros às composições de Silvio Caldas ( Arranha-céu, de 1993, com “Chão de Estrelas” e “Se Tu Soubesses”) e Zé Keti (Natural do Rio, de 1995, com regravações de sambas como “Nega Dina”, “Diz Que Fui por Aí” e “Máscara Negra”). Em 2001, os homenageados foram Chico Buarque e Noel Rosa, no álbum Filosofia, . O cantor gravou ainda Samba para Crianças, misturando Caymmi (“Maracangalha”) com clássicos do repertório infantil (“Samba lê lê”). Em 2007, Boca Livre ao Vivo marcaria um breve reencontro do bem-sucedido grupo vocal, que em 2014 lançou um álbum inédito, Amizade.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.