356x237

Artista

Vicente Fernández

Sobre Vicente Fernández

Nos anos 1960 Vicente Fernándes se apresentava em bandas de mariachis no México, e demorou um pouco para que sua carreira musical deslanchasse. Quando o sucesso chegou, veio por duas frentes. No cinema de seu país, Fernándes ficou conhecido ao atuar em filmes como La Ley del Monte, de 1974, cuja trilha sonora ele assinava. Na música, explodiu em 1976, com "Volver, Volver", uma ranchera de autoria de Fernando Z. Maldonado. Com a canção, Vicente Fernándes alcançou inclusive a comunidade mexicana nos Estados Unidos. Seus shows passaram a ficar lotados – tanto na Plaza de Toros, na Cidade do México, como no Madison Square Garden, em Nova York –, ele virou ícone dos palcos e ganhou os apelidos de Rei da Música Ranchera e O Ídolo do México. Com mais de 20 anos de carreira e já um sucesso indiscutível, em 1990 ele lançou Vicente Fernandez y las Clasicas de Jose Alfredo Jimenez – uma homenagem a um verdadeiro patrimônio cultural mexicano, o compositor morto em 1973 –, com o qual ganhou o prêmio Billboard. Em 2010, faturou o Grammy como Melhor Álbum Regional Mexicano com Necesito Tí, que traz os hits “De Qué Manera Te Olvido” e “Por Tu Maldito Amor”.

356x237

Vicente Fernández

Nos anos 1960 Vicente Fernándes se apresentava em bandas de mariachis no México, e demorou um pouco para que sua carreira musical deslanchasse. Quando o sucesso chegou, veio por duas frentes. No cinema de seu país, Fernándes ficou conhecido ao atuar em filmes como La Ley del Monte, de 1974, cuja trilha sonora ele assinava. Na música, explodiu em 1976, com "Volver, Volver", uma ranchera de autoria de Fernando Z. Maldonado. Com a canção, Vicente Fernándes alcançou inclusive a comunidade mexicana nos Estados Unidos. Seus shows passaram a ficar lotados – tanto na Plaza de Toros, na Cidade do México, como no Madison Square Garden, em Nova York –, ele virou ícone dos palcos e ganhou os apelidos de Rei da Música Ranchera e O Ídolo do México. Com mais de 20 anos de carreira e já um sucesso indiscutível, em 1990 ele lançou Vicente Fernandez y las Clasicas de Jose Alfredo Jimenez – uma homenagem a um verdadeiro patrimônio cultural mexicano, o compositor morto em 1973 –, com o qual ganhou o prêmio Billboard. Em 2010, faturou o Grammy como Melhor Álbum Regional Mexicano com Necesito Tí, que traz os hits “De Qué Manera Te Olvido” e “Por Tu Maldito Amor”.

Sobre Vicente Fernández

Nos anos 1960 Vicente Fernándes se apresentava em bandas de mariachis no México, e demorou um pouco para que sua carreira musical deslanchasse. Quando o sucesso chegou, veio por duas frentes. No cinema de seu país, Fernándes ficou conhecido ao atuar em filmes como La Ley del Monte, de 1974, cuja trilha sonora ele assinava. Na música, explodiu em 1976, com "Volver, Volver", uma ranchera de autoria de Fernando Z. Maldonado. Com a canção, Vicente Fernándes alcançou inclusive a comunidade mexicana nos Estados Unidos. Seus shows passaram a ficar lotados – tanto na Plaza de Toros, na Cidade do México, como no Madison Square Garden, em Nova York –, ele virou ícone dos palcos e ganhou os apelidos de Rei da Música Ranchera e O Ídolo do México. Com mais de 20 anos de carreira e já um sucesso indiscutível, em 1990 ele lançou Vicente Fernandez y las Clasicas de Jose Alfredo Jimenez – uma homenagem a um verdadeiro patrimônio cultural mexicano, o compositor morto em 1973 –, com o qual ganhou o prêmio Billboard. Em 2010, faturou o Grammy como Melhor Álbum Regional Mexicano com Necesito Tí, que traz os hits “De Qué Manera Te Olvido” e “Por Tu Maldito Amor”.

Sobre Vicente Fernández

Nos anos 1960 Vicente Fernándes se apresentava em bandas de mariachis no México, e demorou um pouco para que sua carreira musical deslanchasse. Quando o sucesso chegou, veio por duas frentes. No cinema de seu país, Fernándes ficou conhecido ao atuar em filmes como La Ley del Monte, de 1974, cuja trilha sonora ele assinava. Na música, explodiu em 1976, com "Volver, Volver", uma ranchera de autoria de Fernando Z. Maldonado. Com a canção, Vicente Fernándes alcançou inclusive a comunidade mexicana nos Estados Unidos. Seus shows passaram a ficar lotados – tanto na Plaza de Toros, na Cidade do México, como no Madison Square Garden, em Nova York –, ele virou ícone dos palcos e ganhou os apelidos de Rei da Música Ranchera e O Ídolo do México. Com mais de 20 anos de carreira e já um sucesso indiscutível, em 1990 ele lançou Vicente Fernandez y las Clasicas de Jose Alfredo Jimenez – uma homenagem a um verdadeiro patrimônio cultural mexicano, o compositor morto em 1973 –, com o qual ganhou o prêmio Billboard. Em 2010, faturou o Grammy como Melhor Álbum Regional Mexicano com Necesito Tí, que traz os hits “De Qué Manera Te Olvido” e “Por Tu Maldito Amor”.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.