356x237

Artista

Teresa Cristina

Sobre Teresa Cristina

Enquanto cursava a faculdade de Letras no Rio de Janeiro, Teresa Cristina começou a cantar sambas no bar A Semente, na Lapa carioca, onde aos poucos conquistou fama. Em 2002, lançou três álbuns de samba: Argemiro do Patrocínio, dedicado ao compositor da Portela, um duplo com canções de seu maior ídolo, A Música de Paulinho da Viola, e o elogiado O Samba É Minha Nobreza, produzido pela gravadora Biscoito Fino. Com um trabalho ativo de pesquisadora de sambas, fez participações especiais em projetos envolvendo as obras de Nelson Cavaquinho, Wilson Batista, João Nogueira e Clara Nunes. Em 2012 surpreendeu seu público fiel ao lançar Teresa Cristina+Os Outros=Roberto Carlos, com sucessos que ouvia na infância, como “Ilegal, Imoral ou Engorda”, “As Curvas da Estrada de Santos” e “O Portão”.

356x237

Teresa Cristina

Enquanto cursava a faculdade de Letras no Rio de Janeiro, Teresa Cristina começou a cantar sambas no bar A Semente, na Lapa carioca, onde aos poucos conquistou fama. Em 2002, lançou três álbuns de samba: Argemiro do Patrocínio, dedicado ao compositor da Portela, um duplo com canções de seu maior ídolo, A Música de Paulinho da Viola, e o elogiado O Samba É Minha Nobreza, produzido pela gravadora Biscoito Fino. Com um trabalho ativo de pesquisadora de sambas, fez participações especiais em projetos envolvendo as obras de Nelson Cavaquinho, Wilson Batista, João Nogueira e Clara Nunes. Em 2012 surpreendeu seu público fiel ao lançar Teresa Cristina+Os Outros=Roberto Carlos, com sucessos que ouvia na infância, como “Ilegal, Imoral ou Engorda”, “As Curvas da Estrada de Santos” e “O Portão”.

Sobre Teresa Cristina

Enquanto cursava a faculdade de Letras no Rio de Janeiro, Teresa Cristina começou a cantar sambas no bar A Semente, na Lapa carioca, onde aos poucos conquistou fama. Em 2002, lançou três álbuns de samba: Argemiro do Patrocínio, dedicado ao compositor da Portela, um duplo com canções de seu maior ídolo, A Música de Paulinho da Viola, e o elogiado O Samba É Minha Nobreza, produzido pela gravadora Biscoito Fino. Com um trabalho ativo de pesquisadora de sambas, fez participações especiais em projetos envolvendo as obras de Nelson Cavaquinho, Wilson Batista, João Nogueira e Clara Nunes. Em 2012 surpreendeu seu público fiel ao lançar Teresa Cristina+Os Outros=Roberto Carlos, com sucessos que ouvia na infância, como “Ilegal, Imoral ou Engorda”, “As Curvas da Estrada de Santos” e “O Portão”.

Sobre Teresa Cristina

Enquanto cursava a faculdade de Letras no Rio de Janeiro, Teresa Cristina começou a cantar sambas no bar A Semente, na Lapa carioca, onde aos poucos conquistou fama. Em 2002, lançou três álbuns de samba: Argemiro do Patrocínio, dedicado ao compositor da Portela, um duplo com canções de seu maior ídolo, A Música de Paulinho da Viola, e o elogiado O Samba É Minha Nobreza, produzido pela gravadora Biscoito Fino. Com um trabalho ativo de pesquisadora de sambas, fez participações especiais em projetos envolvendo as obras de Nelson Cavaquinho, Wilson Batista, João Nogueira e Clara Nunes. Em 2012 surpreendeu seu público fiel ao lançar Teresa Cristina+Os Outros=Roberto Carlos, com sucessos que ouvia na infância, como “Ilegal, Imoral ou Engorda”, “As Curvas da Estrada de Santos” e “O Portão”.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.