356x237

Artista

Stanley Clarke

Sobre Stanley Clarke

O músico americano Stanley Clarke nasceu na Filadélfia em 1951. Baixista, compositor, arranjador e produtor, trabalhou com nomes como Art Blakey, Dexter Gordon, Gato Barbieri e Stan Getz. Nos anos 1970, entrou para a banda de jazz-rock Return to Forever, liderada por Chick Corea, e paralelamente gravou seus primeiros trabalhos solo, entre eles Stanley Clarke (1974) e School Days (1976). Conhecido por sua fusão de funk, rock, R&B e pop, nos anos 1980 Clarke criou com o tecladista George Duke o The Clarke/Duke Project, com o qual lançou o hit “Sweet Baby” e concorreu ao Grammy de Melhor Performance de R&B por Duo ou Grupo. O músico levaria o gramofone de ouro de Melhor Álbum de Jazz Contemporâneo em 2010, com The Stanley Clarke Band, e, no ano seguinte, o de Melhor Álbum de Jazz Instrumental, com Forever. Stanley Clarke tem ainda um longo histórico de produção de trilhas sonoras de filmes, entre eles Os Donos da Rua (Boyz ‘N the Hood, de 1991), Romeu Tem Que Morrer (Romeo Must Die, de 2007) e Um Salão do Barulho 3 (Barbershop: The Next Cut, de 2016).

356x237

Stanley Clarke

O músico americano Stanley Clarke nasceu na Filadélfia em 1951. Baixista, compositor, arranjador e produtor, trabalhou com nomes como Art Blakey, Dexter Gordon, Gato Barbieri e Stan Getz. Nos anos 1970, entrou para a banda de jazz-rock Return to Forever, liderada por Chick Corea, e paralelamente gravou seus primeiros trabalhos solo, entre eles Stanley Clarke (1974) e School Days (1976). Conhecido por sua fusão de funk, rock, R&B e pop, nos anos 1980 Clarke criou com o tecladista George Duke o The Clarke/Duke Project, com o qual lançou o hit “Sweet Baby” e concorreu ao Grammy de Melhor Performance de R&B por Duo ou Grupo. O músico levaria o gramofone de ouro de Melhor Álbum de Jazz Contemporâneo em 2010, com The Stanley Clarke Band, e, no ano seguinte, o de Melhor Álbum de Jazz Instrumental, com Forever. Stanley Clarke tem ainda um longo histórico de produção de trilhas sonoras de filmes, entre eles Os Donos da Rua (Boyz ‘N the Hood, de 1991), Romeu Tem Que Morrer (Romeo Must Die, de 2007) e Um Salão do Barulho 3 (Barbershop: The Next Cut, de 2016).

Sobre Stanley Clarke

O músico americano Stanley Clarke nasceu na Filadélfia em 1951. Baixista, compositor, arranjador e produtor, trabalhou com nomes como Art Blakey, Dexter Gordon, Gato Barbieri e Stan Getz. Nos anos 1970, entrou para a banda de jazz-rock Return to Forever, liderada por Chick Corea, e paralelamente gravou seus primeiros trabalhos solo, entre eles Stanley Clarke (1974) e School Days (1976). Conhecido por sua fusão de funk, rock, R&B e pop, nos anos 1980 Clarke criou com o tecladista George Duke o The Clarke/Duke Project, com o qual lançou o hit “Sweet Baby” e concorreu ao Grammy de Melhor Performance de R&B por Duo ou Grupo. O músico levaria o gramofone de ouro de Melhor Álbum de Jazz Contemporâneo em 2010, com The Stanley Clarke Band, e, no ano seguinte, o de Melhor Álbum de Jazz Instrumental, com Forever. Stanley Clarke tem ainda um longo histórico de produção de trilhas sonoras de filmes, entre eles Os Donos da Rua (Boyz ‘N the Hood, de 1991), Romeu Tem Que Morrer (Romeo Must Die, de 2007) e Um Salão do Barulho 3 (Barbershop: The Next Cut, de 2016).

Sobre Stanley Clarke

O músico americano Stanley Clarke nasceu na Filadélfia em 1951. Baixista, compositor, arranjador e produtor, trabalhou com nomes como Art Blakey, Dexter Gordon, Gato Barbieri e Stan Getz. Nos anos 1970, entrou para a banda de jazz-rock Return to Forever, liderada por Chick Corea, e paralelamente gravou seus primeiros trabalhos solo, entre eles Stanley Clarke (1974) e School Days (1976). Conhecido por sua fusão de funk, rock, R&B e pop, nos anos 1980 Clarke criou com o tecladista George Duke o The Clarke/Duke Project, com o qual lançou o hit “Sweet Baby” e concorreu ao Grammy de Melhor Performance de R&B por Duo ou Grupo. O músico levaria o gramofone de ouro de Melhor Álbum de Jazz Contemporâneo em 2010, com The Stanley Clarke Band, e, no ano seguinte, o de Melhor Álbum de Jazz Instrumental, com Forever. Stanley Clarke tem ainda um longo histórico de produção de trilhas sonoras de filmes, entre eles Os Donos da Rua (Boyz ‘N the Hood, de 1991), Romeu Tem Que Morrer (Romeo Must Die, de 2007) e Um Salão do Barulho 3 (Barbershop: The Next Cut, de 2016).

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.