356x237

Artista

Sandra De Sá

Sobre Sandra De Sá

Em um segmento dominado por vozes masculinas, a carioca Sandra Cristina Frederico de Sá, nascida em 1955, conquistou um novo espaço: como Sandra Sá ou, depois, Sandra de Sá, ela se tornou a rainha da black music brasileira. A carreira começou no final dos anos 1970, quando compôs para Leci Brandão. Como intérprete, nos anos 1980, teve ajuda da família de Cazuza (o pai do cantor, João Araújo, um dos fundadores da Som Livre, foi padrinho do filho de Sandra). Entre seus maiores sucessos estão "Demônio Colorido" “Retratos e Canções”, “Enredo do Meu Samba”, “Joga Fora no Lixo”, “Bye Bye Tristeza” e “Solidão”. Sandra estreou como atriz nos anos 2000 e é muito ativa no Carnaval – além da escola Caprichosos de Pilares que segue desde a infância, ela desfila pela Mangueira, no Rio, e pela Leandro de Itaquera, em São Paulo.

356x237

Sandra De Sá

Em um segmento dominado por vozes masculinas, a carioca Sandra Cristina Frederico de Sá, nascida em 1955, conquistou um novo espaço: como Sandra Sá ou, depois, Sandra de Sá, ela se tornou a rainha da black music brasileira. A carreira começou no final dos anos 1970, quando compôs para Leci Brandão. Como intérprete, nos anos 1980, teve ajuda da família de Cazuza (o pai do cantor, João Araújo, um dos fundadores da Som Livre, foi padrinho do filho de Sandra). Entre seus maiores sucessos estão "Demônio Colorido" “Retratos e Canções”, “Enredo do Meu Samba”, “Joga Fora no Lixo”, “Bye Bye Tristeza” e “Solidão”. Sandra estreou como atriz nos anos 2000 e é muito ativa no Carnaval – além da escola Caprichosos de Pilares que segue desde a infância, ela desfila pela Mangueira, no Rio, e pela Leandro de Itaquera, em São Paulo.

Sobre Sandra De Sá

Em um segmento dominado por vozes masculinas, a carioca Sandra Cristina Frederico de Sá, nascida em 1955, conquistou um novo espaço: como Sandra Sá ou, depois, Sandra de Sá, ela se tornou a rainha da black music brasileira. A carreira começou no final dos anos 1970, quando compôs para Leci Brandão. Como intérprete, nos anos 1980, teve ajuda da família de Cazuza (o pai do cantor, João Araújo, um dos fundadores da Som Livre, foi padrinho do filho de Sandra). Entre seus maiores sucessos estão "Demônio Colorido" “Retratos e Canções”, “Enredo do Meu Samba”, “Joga Fora no Lixo”, “Bye Bye Tristeza” e “Solidão”. Sandra estreou como atriz nos anos 2000 e é muito ativa no Carnaval – além da escola Caprichosos de Pilares que segue desde a infância, ela desfila pela Mangueira, no Rio, e pela Leandro de Itaquera, em São Paulo.

Sobre Sandra De Sá

Em um segmento dominado por vozes masculinas, a carioca Sandra Cristina Frederico de Sá, nascida em 1955, conquistou um novo espaço: como Sandra Sá ou, depois, Sandra de Sá, ela se tornou a rainha da black music brasileira. A carreira começou no final dos anos 1970, quando compôs para Leci Brandão. Como intérprete, nos anos 1980, teve ajuda da família de Cazuza (o pai do cantor, João Araújo, um dos fundadores da Som Livre, foi padrinho do filho de Sandra). Entre seus maiores sucessos estão "Demônio Colorido" “Retratos e Canções”, “Enredo do Meu Samba”, “Joga Fora no Lixo”, “Bye Bye Tristeza” e “Solidão”. Sandra estreou como atriz nos anos 2000 e é muito ativa no Carnaval – além da escola Caprichosos de Pilares que segue desde a infância, ela desfila pela Mangueira, no Rio, e pela Leandro de Itaquera, em São Paulo.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.