356x237

Artista

Royal Blood

Sobre Royal Blood

O som que o duo de hard rock faz, apenas com baixo e bateria, ganhou admiradores famosos, como Jimmy Page (Led Zeppelin) e Matt Helders (Arctic Monkeys), assim que surgiram as primeiras demos em 2013. A primeira foi lançada em novembro de 2013, dois dias depois da volta à Inglaterra de Mike Kerr, baixista e vocalista, recém-chegado de um período de um ano de trabalho e música na Austrália. Kerr trouxe o nome Royal Blood na cabeça e um punhado de canções na bagagem. Encontrou no baterista Ben Thatcher tudo de que precisava para estourar com a música “Out of the Black”. “Little Monster”, o segundo sucesso, surgiu em fevereiro de 2014, poucos meses antes do primeiro álbum, que leva o nome da dupla e foi catapultado ao posto nº 1 de forma meteórica, com sucessos como “Figure it Out” e “You Can Be So Cruel”. The Huffington Post considerou Royal Bood um dos melhores lançamentos de 2014, classificando-o como “bom para todas as festas”.

356x237

Royal Blood

O som que o duo de hard rock faz, apenas com baixo e bateria, ganhou admiradores famosos, como Jimmy Page (Led Zeppelin) e Matt Helders (Arctic Monkeys), assim que surgiram as primeiras demos em 2013. A primeira foi lançada em novembro de 2013, dois dias depois da volta à Inglaterra de Mike Kerr, baixista e vocalista, recém-chegado de um período de um ano de trabalho e música na Austrália. Kerr trouxe o nome Royal Blood na cabeça e um punhado de canções na bagagem. Encontrou no baterista Ben Thatcher tudo de que precisava para estourar com a música “Out of the Black”. “Little Monster”, o segundo sucesso, surgiu em fevereiro de 2014, poucos meses antes do primeiro álbum, que leva o nome da dupla e foi catapultado ao posto nº 1 de forma meteórica, com sucessos como “Figure it Out” e “You Can Be So Cruel”. The Huffington Post considerou Royal Bood um dos melhores lançamentos de 2014, classificando-o como “bom para todas as festas”.

Sobre Royal Blood

O som que o duo de hard rock faz, apenas com baixo e bateria, ganhou admiradores famosos, como Jimmy Page (Led Zeppelin) e Matt Helders (Arctic Monkeys), assim que surgiram as primeiras demos em 2013. A primeira foi lançada em novembro de 2013, dois dias depois da volta à Inglaterra de Mike Kerr, baixista e vocalista, recém-chegado de um período de um ano de trabalho e música na Austrália. Kerr trouxe o nome Royal Blood na cabeça e um punhado de canções na bagagem. Encontrou no baterista Ben Thatcher tudo de que precisava para estourar com a música “Out of the Black”. “Little Monster”, o segundo sucesso, surgiu em fevereiro de 2014, poucos meses antes do primeiro álbum, que leva o nome da dupla e foi catapultado ao posto nº 1 de forma meteórica, com sucessos como “Figure it Out” e “You Can Be So Cruel”. The Huffington Post considerou Royal Bood um dos melhores lançamentos de 2014, classificando-o como “bom para todas as festas”.

Sobre Royal Blood

O som que o duo de hard rock faz, apenas com baixo e bateria, ganhou admiradores famosos, como Jimmy Page (Led Zeppelin) e Matt Helders (Arctic Monkeys), assim que surgiram as primeiras demos em 2013. A primeira foi lançada em novembro de 2013, dois dias depois da volta à Inglaterra de Mike Kerr, baixista e vocalista, recém-chegado de um período de um ano de trabalho e música na Austrália. Kerr trouxe o nome Royal Blood na cabeça e um punhado de canções na bagagem. Encontrou no baterista Ben Thatcher tudo de que precisava para estourar com a música “Out of the Black”. “Little Monster”, o segundo sucesso, surgiu em fevereiro de 2014, poucos meses antes do primeiro álbum, que leva o nome da dupla e foi catapultado ao posto nº 1 de forma meteórica, com sucessos como “Figure it Out” e “You Can Be So Cruel”. The Huffington Post considerou Royal Bood um dos melhores lançamentos de 2014, classificando-o como “bom para todas as festas”.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.