356x237

Artista

Rita Lee

Sobre Rita Lee

Em novembro de 2016, prestes a completar 69 anos de idade e com 50 de rock'n'roll, Rita Lee fez barulho novamente, desta vez com sua autobiografia. No livro, ela fala de sua vida com uma sinceridade desconcertante. Ao repassar sua carreira, conta que em 1972 foi expulsa de Os Mutantes, grupo que ela fundou ao lado dos irmãos Sérgio Dias e Arnaldo Baptista, com quem foi casada. A estreia oficial da banda aconteceu em 1966, no programa de Ronnie Von. Nos poucos e memoráveis anos em que atuaram juntos, Os Mutantes participaram de festivais, gravaram cinco álbuns e apresentaram canções como “Ando Meio Desligado”, “Top Top” e “Balada do louco”. Depois da separação, Rita Lee seguiu adiante com o conjunto Tutti Frutti, com o qual lançou Fruto Proibido (1975), considerado por muitos como o melhor álbum do rock nacional. No ano seguinte, já casada com o guitarrista Roberto de Carvalho e grávida do primeiro de seus três filhos, Rita Lee foi presa por drogas encontradas em sua casa. Passado o momento sombrio, a parceria musical do casal deu início a uma das fases mais frutíferas da cantora. A partir de 1979, ela lotava shows e vendia como nunca, entoando músicas como "Doce Vampiro", "Baila Comigo", "Mania de Você", "Lança Perfume" e "Flagra". No início da década de 1990, separada musicalmente de Roberto de Carvalho, Rita Lee partiu para uma temporada de shows interpretando seus sucessos no formato acústico, que gerou o registro Bossa 'n Roll ao Vivo (1991). Sempre destemida e irônica, em 2012 lançou Reza, que concorreu ao Grammy Latino como Melhor Álbum Pop Contemporâneo. No mesmo ano, anunciou que pararia de fazer shows. A ver – porque, quando se trata da camaleônica rainha do rock nacional, nunca faltam surpresas.

356x237

Rita Lee

Em novembro de 2016, prestes a completar 69 anos de idade e com 50 de rock'n'roll, Rita Lee fez barulho novamente, desta vez com sua autobiografia. No livro, ela fala de sua vida com uma sinceridade desconcertante. Ao repassar sua carreira, conta que em 1972 foi expulsa de Os Mutantes, grupo que ela fundou ao lado dos irmãos Sérgio Dias e Arnaldo Baptista, com quem foi casada. A estreia oficial da banda aconteceu em 1966, no programa de Ronnie Von. Nos poucos e memoráveis anos em que atuaram juntos, Os Mutantes participaram de festivais, gravaram cinco álbuns e apresentaram canções como “Ando Meio Desligado”, “Top Top” e “Balada do louco”. Depois da separação, Rita Lee seguiu adiante com o conjunto Tutti Frutti, com o qual lançou Fruto Proibido (1975), considerado por muitos como o melhor álbum do rock nacional. No ano seguinte, já casada com o guitarrista Roberto de Carvalho e grávida do primeiro de seus três filhos, Rita Lee foi presa por drogas encontradas em sua casa. Passado o momento sombrio, a parceria musical do casal deu início a uma das fases mais frutíferas da cantora. A partir de 1979, ela lotava shows e vendia como nunca, entoando músicas como "Doce Vampiro", "Baila Comigo", "Mania de Você", "Lança Perfume" e "Flagra". No início da década de 1990, separada musicalmente de Roberto de Carvalho, Rita Lee partiu para uma temporada de shows interpretando seus sucessos no formato acústico, que gerou o registro Bossa 'n Roll ao Vivo (1991). Sempre destemida e irônica, em 2012 lançou Reza, que concorreu ao Grammy Latino como Melhor Álbum Pop Contemporâneo. No mesmo ano, anunciou que pararia de fazer shows. A ver – porque, quando se trata da camaleônica rainha do rock nacional, nunca faltam surpresas.

Sobre Rita Lee

Em novembro de 2016, prestes a completar 69 anos de idade e com 50 de rock'n'roll, Rita Lee fez barulho novamente, desta vez com sua autobiografia. No livro, ela fala de sua vida com uma sinceridade desconcertante. Ao repassar sua carreira, conta que em 1972 foi expulsa de Os Mutantes, grupo que ela fundou ao lado dos irmãos Sérgio Dias e Arnaldo Baptista, com quem foi casada. A estreia oficial da banda aconteceu em 1966, no programa de Ronnie Von. Nos poucos e memoráveis anos em que atuaram juntos, Os Mutantes participaram de festivais, gravaram cinco álbuns e apresentaram canções como “Ando Meio Desligado”, “Top Top” e “Balada do louco”. Depois da separação, Rita Lee seguiu adiante com o conjunto Tutti Frutti, com o qual lançou Fruto Proibido (1975), considerado por muitos como o melhor álbum do rock nacional. No ano seguinte, já casada com o guitarrista Roberto de Carvalho e grávida do primeiro de seus três filhos, Rita Lee foi presa por drogas encontradas em sua casa. Passado o momento sombrio, a parceria musical do casal deu início a uma das fases mais frutíferas da cantora. A partir de 1979, ela lotava shows e vendia como nunca, entoando músicas como "Doce Vampiro", "Baila Comigo", "Mania de Você", "Lança Perfume" e "Flagra". No início da década de 1990, separada musicalmente de Roberto de Carvalho, Rita Lee partiu para uma temporada de shows interpretando seus sucessos no formato acústico, que gerou o registro Bossa 'n Roll ao Vivo (1991). Sempre destemida e irônica, em 2012 lançou Reza, que concorreu ao Grammy Latino como Melhor Álbum Pop Contemporâneo. No mesmo ano, anunciou que pararia de fazer shows. A ver – porque, quando se trata da camaleônica rainha do rock nacional, nunca faltam surpresas.

Sobre Rita Lee

Em novembro de 2016, prestes a completar 69 anos de idade e com 50 de rock'n'roll, Rita Lee fez barulho novamente, desta vez com sua autobiografia. No livro, ela fala de sua vida com uma sinceridade desconcertante. Ao repassar sua carreira, conta que em 1972 foi expulsa de Os Mutantes, grupo que ela fundou ao lado dos irmãos Sérgio Dias e Arnaldo Baptista, com quem foi casada. A estreia oficial da banda aconteceu em 1966, no programa de Ronnie Von. Nos poucos e memoráveis anos em que atuaram juntos, Os Mutantes participaram de festivais, gravaram cinco álbuns e apresentaram canções como “Ando Meio Desligado”, “Top Top” e “Balada do louco”. Depois da separação, Rita Lee seguiu adiante com o conjunto Tutti Frutti, com o qual lançou Fruto Proibido (1975), considerado por muitos como o melhor álbum do rock nacional. No ano seguinte, já casada com o guitarrista Roberto de Carvalho e grávida do primeiro de seus três filhos, Rita Lee foi presa por drogas encontradas em sua casa. Passado o momento sombrio, a parceria musical do casal deu início a uma das fases mais frutíferas da cantora. A partir de 1979, ela lotava shows e vendia como nunca, entoando músicas como "Doce Vampiro", "Baila Comigo", "Mania de Você", "Lança Perfume" e "Flagra". No início da década de 1990, separada musicalmente de Roberto de Carvalho, Rita Lee partiu para uma temporada de shows interpretando seus sucessos no formato acústico, que gerou o registro Bossa 'n Roll ao Vivo (1991). Sempre destemida e irônica, em 2012 lançou Reza, que concorreu ao Grammy Latino como Melhor Álbum Pop Contemporâneo. No mesmo ano, anunciou que pararia de fazer shows. A ver – porque, quando se trata da camaleônica rainha do rock nacional, nunca faltam surpresas.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.