356x237

Artista

Radiohead

Sobre Radiohead

OK Computer, álbum de 1997 do quinteto inglês Radiohead, foi celebrado como um dos melhores trabalhos de rock da década e ponto de inflexão na música pop. Formada em 1985 por Thom Yorke (vocais), Jonny Greenwood e Ed O’Brien (guitarras), Colin Greenwood (baixo) e Phil Selway (bateria), a banda de Oxforshire já dava mostras nos dois primeiros álbuns – Pablo Honey (1993) e The Bends (1995) – de que não poderia ser rotulada facilmente. Basta ouvir as canções “Creep”, “Just” e “High and Dry”, uma mistura de finas harmonias e pesados arranjos. OK Computer somou a essa fórmula o experimentalismo (com sons ambientes e eletrônicos) e rock progressivo. As letras retratam a angústia do fim do século, caso de “No Surprises”, “Airbag” e “Fitter Happier”. Depois, o Radiohead iria ainda mais fundo no experimentalismo sonoro, em álbuns como Kid A e Amnesiac. Em 2011 saiu o oitavo álbum, King of Limbs, que mais uma vez surpreendeu: em vez de gravar os instrumentos, a banda optou por investir em samples nas canções.

Artistas semelhantes

, Björk, Nirvana, Portishead, Sparklehorse, Stateless

356x237

Radiohead

OK Computer, álbum de 1997 do quinteto inglês Radiohead, foi celebrado como um dos melhores trabalhos de rock da década e ponto de inflexão na música pop. Formada em 1985 por Thom Yorke (vocais), Jonny Greenwood e Ed O’Brien (guitarras), Colin Greenwood (baixo) e Phil Selway (bateria), a banda de Oxforshire já dava mostras nos dois primeiros álbuns – Pablo Honey (1993) e The Bends (1995) – de que não poderia ser rotulada facilmente. Basta ouvir as canções “Creep”, “Just” e “High and Dry”, uma mistura de finas harmonias e pesados arranjos. OK Computer somou a essa fórmula o experimentalismo (com sons ambientes e eletrônicos) e rock progressivo. As letras retratam a angústia do fim do século, caso de “No Surprises”, “Airbag” e “Fitter Happier”. Depois, o Radiohead iria ainda mais fundo no experimentalismo sonoro, em álbuns como Kid A e Amnesiac. Em 2011 saiu o oitavo álbum, King of Limbs, que mais uma vez surpreendeu: em vez de gravar os instrumentos, a banda optou por investir em samples nas canções.

Sobre Radiohead

OK Computer, álbum de 1997 do quinteto inglês Radiohead, foi celebrado como um dos melhores trabalhos de rock da década e ponto de inflexão na música pop. Formada em 1985 por Thom Yorke (vocais), Jonny Greenwood e Ed O’Brien (guitarras), Colin Greenwood (baixo) e Phil Selway (bateria), a banda de Oxforshire já dava mostras nos dois primeiros álbuns – Pablo Honey (1993) e The Bends (1995) – de que não poderia ser rotulada facilmente. Basta ouvir as canções “Creep”, “Just” e “High and Dry”, uma mistura de finas harmonias e pesados arranjos. OK Computer somou a essa fórmula o experimentalismo (com sons ambientes e eletrônicos) e rock progressivo. As letras retratam a angústia do fim do século, caso de “No Surprises”, “Airbag” e “Fitter Happier”. Depois, o Radiohead iria ainda mais fundo no experimentalismo sonoro, em álbuns como Kid A e Amnesiac. Em 2011 saiu o oitavo álbum, King of Limbs, que mais uma vez surpreendeu: em vez de gravar os instrumentos, a banda optou por investir em samples nas canções.

Artistas semelhantes

Sobre Radiohead

OK Computer, álbum de 1997 do quinteto inglês Radiohead, foi celebrado como um dos melhores trabalhos de rock da década e ponto de inflexão na música pop. Formada em 1985 por Thom Yorke (vocais), Jonny Greenwood e Ed O’Brien (guitarras), Colin Greenwood (baixo) e Phil Selway (bateria), a banda de Oxforshire já dava mostras nos dois primeiros álbuns – Pablo Honey (1993) e The Bends (1995) – de que não poderia ser rotulada facilmente. Basta ouvir as canções “Creep”, “Just” e “High and Dry”, uma mistura de finas harmonias e pesados arranjos. OK Computer somou a essa fórmula o experimentalismo (com sons ambientes e eletrônicos) e rock progressivo. As letras retratam a angústia do fim do século, caso de “No Surprises”, “Airbag” e “Fitter Happier”. Depois, o Radiohead iria ainda mais fundo no experimentalismo sonoro, em álbuns como Kid A e Amnesiac. Em 2011 saiu o oitavo álbum, King of Limbs, que mais uma vez surpreendeu: em vez de gravar os instrumentos, a banda optou por investir em samples nas canções.

Artistas semelhantes

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.