356x237

Artista

Preta Gil

Sobre Preta Gil

Após atuar como produtora, Preta Gil, filha de Gilberto Gil, lançou seu primeiro álbum como cantora aos 29 anos, Pret-À-Porter (2003). O trabalho apresentou repertório variado, mesclando releituras, caso de “Ele Mexe Comigo” (registrada por Baby do Brasil na década de 1970), e inéditas de colegas de geração, a exemplo de Betão Aguiar, Davi Moraes e Pedro Baby (os três assinam “Andaraí”, a faixa de abertura). A música mais executada foi “Sinais de Fogo”, de Ana Carolina e Totonho Villeroy, mas o álbum chamou mais atenção por trazer Preta nua no encarte. Após um segundo lançamento sem grande repercussão em 2005, a artista iniciou um novo momento na carreira, causando burburinho com o show Noite Preta. O espetáculo virou álbum e DVD em 2010, trazendo Gilberto Gil e Ana Carolina entre os convidados. Em 2012, ela voltou com Sou como Sou. Com o ao vivo Bloco da Preta (2014) comemorou seus dez anos de trajetória.

356x237

Preta Gil

Após atuar como produtora, Preta Gil, filha de Gilberto Gil, lançou seu primeiro álbum como cantora aos 29 anos, Pret-À-Porter (2003). O trabalho apresentou repertório variado, mesclando releituras, caso de “Ele Mexe Comigo” (registrada por Baby do Brasil na década de 1970), e inéditas de colegas de geração, a exemplo de Betão Aguiar, Davi Moraes e Pedro Baby (os três assinam “Andaraí”, a faixa de abertura). A música mais executada foi “Sinais de Fogo”, de Ana Carolina e Totonho Villeroy, mas o álbum chamou mais atenção por trazer Preta nua no encarte. Após um segundo lançamento sem grande repercussão em 2005, a artista iniciou um novo momento na carreira, causando burburinho com o show Noite Preta. O espetáculo virou álbum e DVD em 2010, trazendo Gilberto Gil e Ana Carolina entre os convidados. Em 2012, ela voltou com Sou como Sou. Com o ao vivo Bloco da Preta (2014) comemorou seus dez anos de trajetória.

Sobre Preta Gil

Após atuar como produtora, Preta Gil, filha de Gilberto Gil, lançou seu primeiro álbum como cantora aos 29 anos, Pret-À-Porter (2003). O trabalho apresentou repertório variado, mesclando releituras, caso de “Ele Mexe Comigo” (registrada por Baby do Brasil na década de 1970), e inéditas de colegas de geração, a exemplo de Betão Aguiar, Davi Moraes e Pedro Baby (os três assinam “Andaraí”, a faixa de abertura). A música mais executada foi “Sinais de Fogo”, de Ana Carolina e Totonho Villeroy, mas o álbum chamou mais atenção por trazer Preta nua no encarte. Após um segundo lançamento sem grande repercussão em 2005, a artista iniciou um novo momento na carreira, causando burburinho com o show Noite Preta. O espetáculo virou álbum e DVD em 2010, trazendo Gilberto Gil e Ana Carolina entre os convidados. Em 2012, ela voltou com Sou como Sou. Com o ao vivo Bloco da Preta (2014) comemorou seus dez anos de trajetória.

Em destaque em Napster

500x500

O Melhor

Outubro Rosa Pop

Sobre Preta Gil

Após atuar como produtora, Preta Gil, filha de Gilberto Gil, lançou seu primeiro álbum como cantora aos 29 anos, Pret-À-Porter (2003). O trabalho apresentou repertório variado, mesclando releituras, caso de “Ele Mexe Comigo” (registrada por Baby do Brasil na década de 1970), e inéditas de colegas de geração, a exemplo de Betão Aguiar, Davi Moraes e Pedro Baby (os três assinam “Andaraí”, a faixa de abertura). A música mais executada foi “Sinais de Fogo”, de Ana Carolina e Totonho Villeroy, mas o álbum chamou mais atenção por trazer Preta nua no encarte. Após um segundo lançamento sem grande repercussão em 2005, a artista iniciou um novo momento na carreira, causando burburinho com o show Noite Preta. O espetáculo virou álbum e DVD em 2010, trazendo Gilberto Gil e Ana Carolina entre os convidados. Em 2012, ela voltou com Sou como Sou. Com o ao vivo Bloco da Preta (2014) comemorou seus dez anos de trajetória.

Em destaque em Napster

500x500

O Melhor

Outubro Rosa Pop
Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.