356x237

Artista

Péricles

Sobre Péricles

Entre 1986 e 2012, Péricles ficou conhecido cantando e tocando banjo no grupo Exaltasamba, criado em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Péricles Aparecido Fonseca de Faria nasceu na própria região do ABC paulista em 1969. Participou de festivais de músicas da Igreja Católica e integrou outros grupos até ajudar a fundar o Exaltasamba e estourar com hits como “Eu Me Apaixonei pela Pessoa Errada”, “Telegrama” e “Luz do Desejo”. Com o fim da banda, Péricles deu início à carreira solo e ainda em 2012 lançou o álbum e DVD Sensações. No segundo registro, Nos Arcos da Lapa, homenageou o pagode dos anos 1990, relembrando sucessos como “No Compasso do Criador” e “Recado a Minha Amada”, e apresentando canções inéditas, como “Se Eu Largar o Freio”. Em 2017, chegou ao mercado Deserto da Ilusão, recheado de participações especial – de Djavan na faixa-título, passando pela rainha da sofrência Marília Mendonça (no pagode-sertanejo “Vai por Mim”), o funkeiro MC Livinho (“Já Deu”) e os sertanejos Jorge & Mateus (“Trinta Graus”).

356x237

Péricles

Entre 1986 e 2012, Péricles ficou conhecido cantando e tocando banjo no grupo Exaltasamba, criado em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Péricles Aparecido Fonseca de Faria nasceu na própria região do ABC paulista em 1969. Participou de festivais de músicas da Igreja Católica e integrou outros grupos até ajudar a fundar o Exaltasamba e estourar com hits como “Eu Me Apaixonei pela Pessoa Errada”, “Telegrama” e “Luz do Desejo”. Com o fim da banda, Péricles deu início à carreira solo e ainda em 2012 lançou o álbum e DVD Sensações. No segundo registro, Nos Arcos da Lapa, homenageou o pagode dos anos 1990, relembrando sucessos como “No Compasso do Criador” e “Recado a Minha Amada”, e apresentando canções inéditas, como “Se Eu Largar o Freio”. Em 2017, chegou ao mercado Deserto da Ilusão, recheado de participações especial – de Djavan na faixa-título, passando pela rainha da sofrência Marília Mendonça (no pagode-sertanejo “Vai por Mim”), o funkeiro MC Livinho (“Já Deu”) e os sertanejos Jorge & Mateus (“Trinta Graus”).

Sobre Péricles

Entre 1986 e 2012, Péricles ficou conhecido cantando e tocando banjo no grupo Exaltasamba, criado em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Péricles Aparecido Fonseca de Faria nasceu na própria região do ABC paulista em 1969. Participou de festivais de músicas da Igreja Católica e integrou outros grupos até ajudar a fundar o Exaltasamba e estourar com hits como “Eu Me Apaixonei pela Pessoa Errada”, “Telegrama” e “Luz do Desejo”. Com o fim da banda, Péricles deu início à carreira solo e ainda em 2012 lançou o álbum e DVD Sensações. No segundo registro, Nos Arcos da Lapa, homenageou o pagode dos anos 1990, relembrando sucessos como “No Compasso do Criador” e “Recado a Minha Amada”, e apresentando canções inéditas, como “Se Eu Largar o Freio”. Em 2017, chegou ao mercado Deserto da Ilusão, recheado de participações especial – de Djavan na faixa-título, passando pela rainha da sofrência Marília Mendonça (no pagode-sertanejo “Vai por Mim”), o funkeiro MC Livinho (“Já Deu”) e os sertanejos Jorge & Mateus (“Trinta Graus”).

Sobre Péricles

Entre 1986 e 2012, Péricles ficou conhecido cantando e tocando banjo no grupo Exaltasamba, criado em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Péricles Aparecido Fonseca de Faria nasceu na própria região do ABC paulista em 1969. Participou de festivais de músicas da Igreja Católica e integrou outros grupos até ajudar a fundar o Exaltasamba e estourar com hits como “Eu Me Apaixonei pela Pessoa Errada”, “Telegrama” e “Luz do Desejo”. Com o fim da banda, Péricles deu início à carreira solo e ainda em 2012 lançou o álbum e DVD Sensações. No segundo registro, Nos Arcos da Lapa, homenageou o pagode dos anos 1990, relembrando sucessos como “No Compasso do Criador” e “Recado a Minha Amada”, e apresentando canções inéditas, como “Se Eu Largar o Freio”. Em 2017, chegou ao mercado Deserto da Ilusão, recheado de participações especial – de Djavan na faixa-título, passando pela rainha da sofrência Marília Mendonça (no pagode-sertanejo “Vai por Mim”), o funkeiro MC Livinho (“Já Deu”) e os sertanejos Jorge & Mateus (“Trinta Graus”).

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.