356x237

Artista

Mosquito (br)

Sobre Mosquito (br)

Admirador declarado de Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal, Bezerra da Silva e Dicró, o cantor Mosquito, apelido de Pedro Assad Medeiros Torres, tem se firmado como um dos principais nomes da nova geração do samba. Nascido em 1987, ele começou a cantar aos 17 anos de idade. Aos poucos, foi ganhando destaque no samba carioca, a ponto de chamar a atenção de artistas consagrados como o pagodeiro Xande de Pilares, que o apresentou a representantes de peso no gênero, entre eles Dudu Nobre, Arlindo Cruz e Jorge Aragão. Seu primeiro álbum, Mosquito, foi lançado em 2015. Das 13 canções que compõem o repertório, oito são de sua autoria, com destaque para “Ô Sorte”, “Só por Hoje” e “O Dono da Favela”. No trabalho, ele faz ainda uma releitura do samba-reggae “Não Enche”, de Caetano Veloso.

356x237

Mosquito (br)

Admirador declarado de Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal, Bezerra da Silva e Dicró, o cantor Mosquito, apelido de Pedro Assad Medeiros Torres, tem se firmado como um dos principais nomes da nova geração do samba. Nascido em 1987, ele começou a cantar aos 17 anos de idade. Aos poucos, foi ganhando destaque no samba carioca, a ponto de chamar a atenção de artistas consagrados como o pagodeiro Xande de Pilares, que o apresentou a representantes de peso no gênero, entre eles Dudu Nobre, Arlindo Cruz e Jorge Aragão. Seu primeiro álbum, Mosquito, foi lançado em 2015. Das 13 canções que compõem o repertório, oito são de sua autoria, com destaque para “Ô Sorte”, “Só por Hoje” e “O Dono da Favela”. No trabalho, ele faz ainda uma releitura do samba-reggae “Não Enche”, de Caetano Veloso.

Sobre Mosquito (br)

Admirador declarado de Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal, Bezerra da Silva e Dicró, o cantor Mosquito, apelido de Pedro Assad Medeiros Torres, tem se firmado como um dos principais nomes da nova geração do samba. Nascido em 1987, ele começou a cantar aos 17 anos de idade. Aos poucos, foi ganhando destaque no samba carioca, a ponto de chamar a atenção de artistas consagrados como o pagodeiro Xande de Pilares, que o apresentou a representantes de peso no gênero, entre eles Dudu Nobre, Arlindo Cruz e Jorge Aragão. Seu primeiro álbum, Mosquito, foi lançado em 2015. Das 13 canções que compõem o repertório, oito são de sua autoria, com destaque para “Ô Sorte”, “Só por Hoje” e “O Dono da Favela”. No trabalho, ele faz ainda uma releitura do samba-reggae “Não Enche”, de Caetano Veloso.

Sobre Mosquito (br)

Admirador declarado de Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal, Bezerra da Silva e Dicró, o cantor Mosquito, apelido de Pedro Assad Medeiros Torres, tem se firmado como um dos principais nomes da nova geração do samba. Nascido em 1987, ele começou a cantar aos 17 anos de idade. Aos poucos, foi ganhando destaque no samba carioca, a ponto de chamar a atenção de artistas consagrados como o pagodeiro Xande de Pilares, que o apresentou a representantes de peso no gênero, entre eles Dudu Nobre, Arlindo Cruz e Jorge Aragão. Seu primeiro álbum, Mosquito, foi lançado em 2015. Das 13 canções que compõem o repertório, oito são de sua autoria, com destaque para “Ô Sorte”, “Só por Hoje” e “O Dono da Favela”. No trabalho, ele faz ainda uma releitura do samba-reggae “Não Enche”, de Caetano Veloso.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.