356x237

Artista

Metrô

Sobre Metrô

Formado a partir de um núcleo que já tocava junto desde 1979, mais especificamente com a banda de rock progressivo A Gota Suspensa, o paulistano Metrô marcava presença nas FMs e programas de TV em meados da década de 1980. O sucesso veio logo com o primeiro single new wave, editado em 1984: “Beat Acelerado”. No ano seguinte, saiu Olhar, o álbum de estreia, produzido por Luiz Carlos Maluly. “Sândalo de Dândi”, “Tudo Pode Mudar”, “Johnny Love”, “Cenas Obscenas” e “Ti Ti Ti” ajudaram o trabalho a explodir. O ritmo intenso na estrada, no entanto, levou a um desgaste entre os integrantes, e a cantora Virginie Boutaud deixou a formação. O Metrô insistiu e em 1987 gravou um segundo registro, com o português Pedro d’Orey nos vocais, A Mão de Mao – que, embora tenha sido elogiado pela crítica, não repetiu o desempenho do primeiro lançamento. A banda voltou a se reunir com Virginie em 2002 e 2014 e fez um show bem comentado na Virada Cultural de 2016, na capital paulista.

356x237

Metrô

Formado a partir de um núcleo que já tocava junto desde 1979, mais especificamente com a banda de rock progressivo A Gota Suspensa, o paulistano Metrô marcava presença nas FMs e programas de TV em meados da década de 1980. O sucesso veio logo com o primeiro single new wave, editado em 1984: “Beat Acelerado”. No ano seguinte, saiu Olhar, o álbum de estreia, produzido por Luiz Carlos Maluly. “Sândalo de Dândi”, “Tudo Pode Mudar”, “Johnny Love”, “Cenas Obscenas” e “Ti Ti Ti” ajudaram o trabalho a explodir. O ritmo intenso na estrada, no entanto, levou a um desgaste entre os integrantes, e a cantora Virginie Boutaud deixou a formação. O Metrô insistiu e em 1987 gravou um segundo registro, com o português Pedro d’Orey nos vocais, A Mão de Mao – que, embora tenha sido elogiado pela crítica, não repetiu o desempenho do primeiro lançamento. A banda voltou a se reunir com Virginie em 2002 e 2014 e fez um show bem comentado na Virada Cultural de 2016, na capital paulista.

Sobre Metrô

Formado a partir de um núcleo que já tocava junto desde 1979, mais especificamente com a banda de rock progressivo A Gota Suspensa, o paulistano Metrô marcava presença nas FMs e programas de TV em meados da década de 1980. O sucesso veio logo com o primeiro single new wave, editado em 1984: “Beat Acelerado”. No ano seguinte, saiu Olhar, o álbum de estreia, produzido por Luiz Carlos Maluly. “Sândalo de Dândi”, “Tudo Pode Mudar”, “Johnny Love”, “Cenas Obscenas” e “Ti Ti Ti” ajudaram o trabalho a explodir. O ritmo intenso na estrada, no entanto, levou a um desgaste entre os integrantes, e a cantora Virginie Boutaud deixou a formação. O Metrô insistiu e em 1987 gravou um segundo registro, com o português Pedro d’Orey nos vocais, A Mão de Mao – que, embora tenha sido elogiado pela crítica, não repetiu o desempenho do primeiro lançamento. A banda voltou a se reunir com Virginie em 2002 e 2014 e fez um show bem comentado na Virada Cultural de 2016, na capital paulista.

Sobre Metrô

Formado a partir de um núcleo que já tocava junto desde 1979, mais especificamente com a banda de rock progressivo A Gota Suspensa, o paulistano Metrô marcava presença nas FMs e programas de TV em meados da década de 1980. O sucesso veio logo com o primeiro single new wave, editado em 1984: “Beat Acelerado”. No ano seguinte, saiu Olhar, o álbum de estreia, produzido por Luiz Carlos Maluly. “Sândalo de Dândi”, “Tudo Pode Mudar”, “Johnny Love”, “Cenas Obscenas” e “Ti Ti Ti” ajudaram o trabalho a explodir. O ritmo intenso na estrada, no entanto, levou a um desgaste entre os integrantes, e a cantora Virginie Boutaud deixou a formação. O Metrô insistiu e em 1987 gravou um segundo registro, com o português Pedro d’Orey nos vocais, A Mão de Mao – que, embora tenha sido elogiado pela crítica, não repetiu o desempenho do primeiro lançamento. A banda voltou a se reunir com Virginie em 2002 e 2014 e fez um show bem comentado na Virada Cultural de 2016, na capital paulista.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.