356x237

Artista

Mary J. Blige

Sobre Mary J. Blige

A voz de Mary Jane Blige foi saudada como o futuro do R&B quando seu primeiro álbum, What's the 411, foi lançado em 1992. Mas ela não ficou só nisso: a cantora mostrou o alcance de seu talento gravando hip hop e soul e tornando-se uma das maiores divas da música atual. A virada veio com Mary (1999), registro com uma pegada mais adulta, com as canções “All That I Can Say” e “Deep Inside”. Em 2014, gravou com artistas ingleses como Disclosure e Naughty Boy, criando o álbum The London Sessions. Mary J. Blige foi indicada a 30 Grammy Awards ao longo da carreira – e ganhou nove.

356x237

Mary J. Blige

A voz de Mary Jane Blige foi saudada como o futuro do R&B quando seu primeiro álbum, What's the 411, foi lançado em 1992. Mas ela não ficou só nisso: a cantora mostrou o alcance de seu talento gravando hip hop e soul e tornando-se uma das maiores divas da música atual. A virada veio com Mary (1999), registro com uma pegada mais adulta, com as canções “All That I Can Say” e “Deep Inside”. Em 2014, gravou com artistas ingleses como Disclosure e Naughty Boy, criando o álbum The London Sessions. Mary J. Blige foi indicada a 30 Grammy Awards ao longo da carreira – e ganhou nove.

Sobre Mary J. Blige

A voz de Mary Jane Blige foi saudada como o futuro do R&B quando seu primeiro álbum, What's the 411, foi lançado em 1992. Mas ela não ficou só nisso: a cantora mostrou o alcance de seu talento gravando hip hop e soul e tornando-se uma das maiores divas da música atual. A virada veio com Mary (1999), registro com uma pegada mais adulta, com as canções “All That I Can Say” e “Deep Inside”. Em 2014, gravou com artistas ingleses como Disclosure e Naughty Boy, criando o álbum The London Sessions. Mary J. Blige foi indicada a 30 Grammy Awards ao longo da carreira – e ganhou nove.

Sobre Mary J. Blige

A voz de Mary Jane Blige foi saudada como o futuro do R&B quando seu primeiro álbum, What's the 411, foi lançado em 1992. Mas ela não ficou só nisso: a cantora mostrou o alcance de seu talento gravando hip hop e soul e tornando-se uma das maiores divas da música atual. A virada veio com Mary (1999), registro com uma pegada mais adulta, com as canções “All That I Can Say” e “Deep Inside”. Em 2014, gravou com artistas ingleses como Disclosure e Naughty Boy, criando o álbum The London Sessions. Mary J. Blige foi indicada a 30 Grammy Awards ao longo da carreira – e ganhou nove.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.