356x237

Artista

Mano Brown

Sobre Mano Brown

Pedro Paulo Soares Pereira, mais conhecido como Mano Brown, é um dos rappers de mais renome do Brasil. A fama foi conquistada graças ao seu trabalho com os Racionais MC’s, grupo que começou em 1988. Com a formação, Brown lançou álbuns emblemáticos, casos de Sobrevivendo no Inferno (1997) e Nada Como um Dia Após o Outro Dia (2002). Ao longo da carreira, o rapper sempre fez questão de falar de seu amor pela música negra brasileira e de ídolos como Jorge Ben Jor, Tim Maia e Cassiano. Esse pendor para a soul music e para o funk das antigas ficou mais claro em seu primeiro registro solo, Boogie Naipe (2016), cujo lançamento foi antecipado pelo single “Amor Distante”. Simoninha, Seu Jorge, Ellen Oléria, Lino Krizz, Max de Castro e outros contemporâneos de Brown participaram do trabalho. Os veteranos Hyldon, Dafé e Leon Ware também foram chamados para canjas especiais. As letras românticas deram a tônica no repertório.

356x237

Mano Brown

Pedro Paulo Soares Pereira, mais conhecido como Mano Brown, é um dos rappers de mais renome do Brasil. A fama foi conquistada graças ao seu trabalho com os Racionais MC’s, grupo que começou em 1988. Com a formação, Brown lançou álbuns emblemáticos, casos de Sobrevivendo no Inferno (1997) e Nada Como um Dia Após o Outro Dia (2002). Ao longo da carreira, o rapper sempre fez questão de falar de seu amor pela música negra brasileira e de ídolos como Jorge Ben Jor, Tim Maia e Cassiano. Esse pendor para a soul music e para o funk das antigas ficou mais claro em seu primeiro registro solo, Boogie Naipe (2016), cujo lançamento foi antecipado pelo single “Amor Distante”. Simoninha, Seu Jorge, Ellen Oléria, Lino Krizz, Max de Castro e outros contemporâneos de Brown participaram do trabalho. Os veteranos Hyldon, Dafé e Leon Ware também foram chamados para canjas especiais. As letras românticas deram a tônica no repertório.

Sobre Mano Brown

Pedro Paulo Soares Pereira, mais conhecido como Mano Brown, é um dos rappers de mais renome do Brasil. A fama foi conquistada graças ao seu trabalho com os Racionais MC’s, grupo que começou em 1988. Com a formação, Brown lançou álbuns emblemáticos, casos de Sobrevivendo no Inferno (1997) e Nada Como um Dia Após o Outro Dia (2002). Ao longo da carreira, o rapper sempre fez questão de falar de seu amor pela música negra brasileira e de ídolos como Jorge Ben Jor, Tim Maia e Cassiano. Esse pendor para a soul music e para o funk das antigas ficou mais claro em seu primeiro registro solo, Boogie Naipe (2016), cujo lançamento foi antecipado pelo single “Amor Distante”. Simoninha, Seu Jorge, Ellen Oléria, Lino Krizz, Max de Castro e outros contemporâneos de Brown participaram do trabalho. Os veteranos Hyldon, Dafé e Leon Ware também foram chamados para canjas especiais. As letras românticas deram a tônica no repertório.

Sobre Mano Brown

Pedro Paulo Soares Pereira, mais conhecido como Mano Brown, é um dos rappers de mais renome do Brasil. A fama foi conquistada graças ao seu trabalho com os Racionais MC’s, grupo que começou em 1988. Com a formação, Brown lançou álbuns emblemáticos, casos de Sobrevivendo no Inferno (1997) e Nada Como um Dia Após o Outro Dia (2002). Ao longo da carreira, o rapper sempre fez questão de falar de seu amor pela música negra brasileira e de ídolos como Jorge Ben Jor, Tim Maia e Cassiano. Esse pendor para a soul music e para o funk das antigas ficou mais claro em seu primeiro registro solo, Boogie Naipe (2016), cujo lançamento foi antecipado pelo single “Amor Distante”. Simoninha, Seu Jorge, Ellen Oléria, Lino Krizz, Max de Castro e outros contemporâneos de Brown participaram do trabalho. Os veteranos Hyldon, Dafé e Leon Ware também foram chamados para canjas especiais. As letras românticas deram a tônica no repertório.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.