356x237

Artista

Ls Jack

Sobre Ls Jack

A banda LS Jack surgiu no fim dos anos 1990, no Rio de Janeiro, com a proposta de misturar pop, funk, jazz e black music. Tendo à frente o vocalista Marcus Menna, o grupo lançou o primeiro álbum, LS Jack, em 1999. O registro traz covers como “Go Back", dos Titãs, e "Quase um Segundo", do Paralamas do Sucesso, além de repertório próprio, com destaque para a faixa-título, que entrou para a trilha sonora da novela Vila Madalena, da Rede Globo. Em 2004, O LS Jack vivia uma carreira em ascendência, conhecido por canções como "Carla", "Você Chegou", "Uma Carta" e "Sem Radar", quando complicações de uma cirurgia de lipoaspiração afastaram Marcus Menna dos microfones. A banda então interrompeu as atividades e seus demais componentes deram início a novo projeto, O Salto, com o qual assinaram os álbuns A Noite É dos Que Não Dormem (2006) e O Possível e o Impossível (2008). Em 2010, ainda durante o longo período de recuperação, Marcus Menna se reuniu aos companheiros da antiga formação Luiz Eduardo Bicudo (bateria), Vitor Queiroz (baixo) e Serginho Ferreira (guitarra) para relembrar nos palcos sucessos do LS Jack. À época, aconteceu também o relançamento do registro Jardim de Cores, de 2004, desta vez com a faixa-bônus “Brincar de Viver”, composição de Guilherme Arantes. Decidido a seguir adiante na música, em 2017 Marcus Menna, ainda enfrentando problemas motores e lapsos de memória, voltou a se apresentar e compôs com Airam Pinheiro a música "O Amor Me traz”, gravada pelo cantor paraense Markinho Duran.

356x237

Ls Jack

A banda LS Jack surgiu no fim dos anos 1990, no Rio de Janeiro, com a proposta de misturar pop, funk, jazz e black music. Tendo à frente o vocalista Marcus Menna, o grupo lançou o primeiro álbum, LS Jack, em 1999. O registro traz covers como “Go Back", dos Titãs, e "Quase um Segundo", do Paralamas do Sucesso, além de repertório próprio, com destaque para a faixa-título, que entrou para a trilha sonora da novela Vila Madalena, da Rede Globo. Em 2004, O LS Jack vivia uma carreira em ascendência, conhecido por canções como "Carla", "Você Chegou", "Uma Carta" e "Sem Radar", quando complicações de uma cirurgia de lipoaspiração afastaram Marcus Menna dos microfones. A banda então interrompeu as atividades e seus demais componentes deram início a novo projeto, O Salto, com o qual assinaram os álbuns A Noite É dos Que Não Dormem (2006) e O Possível e o Impossível (2008). Em 2010, ainda durante o longo período de recuperação, Marcus Menna se reuniu aos companheiros da antiga formação Luiz Eduardo Bicudo (bateria), Vitor Queiroz (baixo) e Serginho Ferreira (guitarra) para relembrar nos palcos sucessos do LS Jack. À época, aconteceu também o relançamento do registro Jardim de Cores, de 2004, desta vez com a faixa-bônus “Brincar de Viver”, composição de Guilherme Arantes. Decidido a seguir adiante na música, em 2017 Marcus Menna, ainda enfrentando problemas motores e lapsos de memória, voltou a se apresentar e compôs com Airam Pinheiro a música "O Amor Me traz”, gravada pelo cantor paraense Markinho Duran.

Sobre Ls Jack

A banda LS Jack surgiu no fim dos anos 1990, no Rio de Janeiro, com a proposta de misturar pop, funk, jazz e black music. Tendo à frente o vocalista Marcus Menna, o grupo lançou o primeiro álbum, LS Jack, em 1999. O registro traz covers como “Go Back", dos Titãs, e "Quase um Segundo", do Paralamas do Sucesso, além de repertório próprio, com destaque para a faixa-título, que entrou para a trilha sonora da novela Vila Madalena, da Rede Globo. Em 2004, O LS Jack vivia uma carreira em ascendência, conhecido por canções como "Carla", "Você Chegou", "Uma Carta" e "Sem Radar", quando complicações de uma cirurgia de lipoaspiração afastaram Marcus Menna dos microfones. A banda então interrompeu as atividades e seus demais componentes deram início a novo projeto, O Salto, com o qual assinaram os álbuns A Noite É dos Que Não Dormem (2006) e O Possível e o Impossível (2008). Em 2010, ainda durante o longo período de recuperação, Marcus Menna se reuniu aos companheiros da antiga formação Luiz Eduardo Bicudo (bateria), Vitor Queiroz (baixo) e Serginho Ferreira (guitarra) para relembrar nos palcos sucessos do LS Jack. À época, aconteceu também o relançamento do registro Jardim de Cores, de 2004, desta vez com a faixa-bônus “Brincar de Viver”, composição de Guilherme Arantes. Decidido a seguir adiante na música, em 2017 Marcus Menna, ainda enfrentando problemas motores e lapsos de memória, voltou a se apresentar e compôs com Airam Pinheiro a música "O Amor Me traz”, gravada pelo cantor paraense Markinho Duran.

Sobre Ls Jack

A banda LS Jack surgiu no fim dos anos 1990, no Rio de Janeiro, com a proposta de misturar pop, funk, jazz e black music. Tendo à frente o vocalista Marcus Menna, o grupo lançou o primeiro álbum, LS Jack, em 1999. O registro traz covers como “Go Back", dos Titãs, e "Quase um Segundo", do Paralamas do Sucesso, além de repertório próprio, com destaque para a faixa-título, que entrou para a trilha sonora da novela Vila Madalena, da Rede Globo. Em 2004, O LS Jack vivia uma carreira em ascendência, conhecido por canções como "Carla", "Você Chegou", "Uma Carta" e "Sem Radar", quando complicações de uma cirurgia de lipoaspiração afastaram Marcus Menna dos microfones. A banda então interrompeu as atividades e seus demais componentes deram início a novo projeto, O Salto, com o qual assinaram os álbuns A Noite É dos Que Não Dormem (2006) e O Possível e o Impossível (2008). Em 2010, ainda durante o longo período de recuperação, Marcus Menna se reuniu aos companheiros da antiga formação Luiz Eduardo Bicudo (bateria), Vitor Queiroz (baixo) e Serginho Ferreira (guitarra) para relembrar nos palcos sucessos do LS Jack. À época, aconteceu também o relançamento do registro Jardim de Cores, de 2004, desta vez com a faixa-bônus “Brincar de Viver”, composição de Guilherme Arantes. Decidido a seguir adiante na música, em 2017 Marcus Menna, ainda enfrentando problemas motores e lapsos de memória, voltou a se apresentar e compôs com Airam Pinheiro a música "O Amor Me traz”, gravada pelo cantor paraense Markinho Duran.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.