356x237

Artista

Los Fabulosos Cadillacs

Sobre Los Fabulosos Cadillacs

O rock e o ska inglês inspiraram um grupo de amigos argentinos a começar a tocar e compor. Liderados pelo vocalista Vicentico (Gabriel Fernández Capello) e pelo baixista Sr. Flavio (Flavio Cianciarulo), o grupo de oito músicos inexperientes gravou o primeiro álbum, Bares y Fondas, em 1986. O público se entusiasmou com o rock energético do LFC, pouco importando a falta de técnica, que seria (muito) bem apurada nos anos seguintes. A banda teve altos e baixos até 1992, quando gravou El Leon, marcando sua ascensão com canções como “Gitana”, “Carnaval Toda la Vida”, “Gallo Rojo” e “Manuel Santillán”. A consagração definitiva veio logo em seguida, com “Matador”, faixa do álbum Vasos Vacios, que rendeu prêmios em vários países. Los Fabulosos Cadillacs seguiram experimentando ritmos, como jazz e tango, nos trabalhos seguintes, até 1999, quando lançaram La Marcha del Golazo Solitario . Deram uma pausa na banda em 2002 e voltaram a gravar juntos em 2008, o álbum La Luz del Ritmo. Um disco inteiro com canções novas (o último havia sido La Marcha del Golazo Solitario de 1999) saiu em maio de 2016, La Salvación de Solo y Juan, um trabalho conceitual em formato de ópera rock.

356x237

Los Fabulosos Cadillacs

O rock e o ska inglês inspiraram um grupo de amigos argentinos a começar a tocar e compor. Liderados pelo vocalista Vicentico (Gabriel Fernández Capello) e pelo baixista Sr. Flavio (Flavio Cianciarulo), o grupo de oito músicos inexperientes gravou o primeiro álbum, Bares y Fondas, em 1986. O público se entusiasmou com o rock energético do LFC, pouco importando a falta de técnica, que seria (muito) bem apurada nos anos seguintes. A banda teve altos e baixos até 1992, quando gravou El Leon, marcando sua ascensão com canções como “Gitana”, “Carnaval Toda la Vida”, “Gallo Rojo” e “Manuel Santillán”. A consagração definitiva veio logo em seguida, com “Matador”, faixa do álbum Vasos Vacios, que rendeu prêmios em vários países. Los Fabulosos Cadillacs seguiram experimentando ritmos, como jazz e tango, nos trabalhos seguintes, até 1999, quando lançaram La Marcha del Golazo Solitario . Deram uma pausa na banda em 2002 e voltaram a gravar juntos em 2008, o álbum La Luz del Ritmo. Um disco inteiro com canções novas (o último havia sido La Marcha del Golazo Solitario de 1999) saiu em maio de 2016, La Salvación de Solo y Juan, um trabalho conceitual em formato de ópera rock.

Sobre Los Fabulosos Cadillacs

O rock e o ska inglês inspiraram um grupo de amigos argentinos a começar a tocar e compor. Liderados pelo vocalista Vicentico (Gabriel Fernández Capello) e pelo baixista Sr. Flavio (Flavio Cianciarulo), o grupo de oito músicos inexperientes gravou o primeiro álbum, Bares y Fondas, em 1986. O público se entusiasmou com o rock energético do LFC, pouco importando a falta de técnica, que seria (muito) bem apurada nos anos seguintes. A banda teve altos e baixos até 1992, quando gravou El Leon, marcando sua ascensão com canções como “Gitana”, “Carnaval Toda la Vida”, “Gallo Rojo” e “Manuel Santillán”. A consagração definitiva veio logo em seguida, com “Matador”, faixa do álbum Vasos Vacios, que rendeu prêmios em vários países. Los Fabulosos Cadillacs seguiram experimentando ritmos, como jazz e tango, nos trabalhos seguintes, até 1999, quando lançaram La Marcha del Golazo Solitario . Deram uma pausa na banda em 2002 e voltaram a gravar juntos em 2008, o álbum La Luz del Ritmo. Um disco inteiro com canções novas (o último havia sido La Marcha del Golazo Solitario de 1999) saiu em maio de 2016, La Salvación de Solo y Juan, um trabalho conceitual em formato de ópera rock.

Sobre Los Fabulosos Cadillacs

O rock e o ska inglês inspiraram um grupo de amigos argentinos a começar a tocar e compor. Liderados pelo vocalista Vicentico (Gabriel Fernández Capello) e pelo baixista Sr. Flavio (Flavio Cianciarulo), o grupo de oito músicos inexperientes gravou o primeiro álbum, Bares y Fondas, em 1986. O público se entusiasmou com o rock energético do LFC, pouco importando a falta de técnica, que seria (muito) bem apurada nos anos seguintes. A banda teve altos e baixos até 1992, quando gravou El Leon, marcando sua ascensão com canções como “Gitana”, “Carnaval Toda la Vida”, “Gallo Rojo” e “Manuel Santillán”. A consagração definitiva veio logo em seguida, com “Matador”, faixa do álbum Vasos Vacios, que rendeu prêmios em vários países. Los Fabulosos Cadillacs seguiram experimentando ritmos, como jazz e tango, nos trabalhos seguintes, até 1999, quando lançaram La Marcha del Golazo Solitario . Deram uma pausa na banda em 2002 e voltaram a gravar juntos em 2008, o álbum La Luz del Ritmo. Um disco inteiro com canções novas (o último havia sido La Marcha del Golazo Solitario de 1999) saiu em maio de 2016, La Salvación de Solo y Juan, um trabalho conceitual em formato de ópera rock.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.