356x237

Artista

Léa Mendonça

Sobre Léa Mendonça

A carioca Léa Mendonça atua no mercado gospel desde a década de 1980. Ganhou os holofotes integrando o grupo Altos Louvores, oriundo da Igreja Batista de Copacabana. Após quatro álbuns, a cantora partiu para a carreira solo. A estreia levou o nome de Olha pra Mim (1992). Amor tão Puro veio no ano seguinte. Em Eternamente Sua (1996), Léa contou pela primeira vez com o apoio da gravadora MK, referência na música cristã contemporânea. Entre 2003 e 2013, a cantora engatou uma sequência de cinco álbuns ao vivo, recebendo o Disco de Ouro por todos eles – Apenas uma Voz (2006) e Milagres da Adoração (2011) conquistaram também o Disco de Platina. Com Autoridade e Unção (2015), ela interrompeu a série de registros ao vivo e retornou ao estúdio. O trabalho serviu para comemorar os 30 anos de Léa no mundo gospel. Na faixa “Ilha da Intimidade”, ela dividiu o microfone com outra estrela da música cristã, o barítono capixaba Anderson Freire.

356x237

Léa Mendonça

A carioca Léa Mendonça atua no mercado gospel desde a década de 1980. Ganhou os holofotes integrando o grupo Altos Louvores, oriundo da Igreja Batista de Copacabana. Após quatro álbuns, a cantora partiu para a carreira solo. A estreia levou o nome de Olha pra Mim (1992). Amor tão Puro veio no ano seguinte. Em Eternamente Sua (1996), Léa contou pela primeira vez com o apoio da gravadora MK, referência na música cristã contemporânea. Entre 2003 e 2013, a cantora engatou uma sequência de cinco álbuns ao vivo, recebendo o Disco de Ouro por todos eles – Apenas uma Voz (2006) e Milagres da Adoração (2011) conquistaram também o Disco de Platina. Com Autoridade e Unção (2015), ela interrompeu a série de registros ao vivo e retornou ao estúdio. O trabalho serviu para comemorar os 30 anos de Léa no mundo gospel. Na faixa “Ilha da Intimidade”, ela dividiu o microfone com outra estrela da música cristã, o barítono capixaba Anderson Freire.

Sobre Léa Mendonça

A carioca Léa Mendonça atua no mercado gospel desde a década de 1980. Ganhou os holofotes integrando o grupo Altos Louvores, oriundo da Igreja Batista de Copacabana. Após quatro álbuns, a cantora partiu para a carreira solo. A estreia levou o nome de Olha pra Mim (1992). Amor tão Puro veio no ano seguinte. Em Eternamente Sua (1996), Léa contou pela primeira vez com o apoio da gravadora MK, referência na música cristã contemporânea. Entre 2003 e 2013, a cantora engatou uma sequência de cinco álbuns ao vivo, recebendo o Disco de Ouro por todos eles – Apenas uma Voz (2006) e Milagres da Adoração (2011) conquistaram também o Disco de Platina. Com Autoridade e Unção (2015), ela interrompeu a série de registros ao vivo e retornou ao estúdio. O trabalho serviu para comemorar os 30 anos de Léa no mundo gospel. Na faixa “Ilha da Intimidade”, ela dividiu o microfone com outra estrela da música cristã, o barítono capixaba Anderson Freire.

Sobre Léa Mendonça

A carioca Léa Mendonça atua no mercado gospel desde a década de 1980. Ganhou os holofotes integrando o grupo Altos Louvores, oriundo da Igreja Batista de Copacabana. Após quatro álbuns, a cantora partiu para a carreira solo. A estreia levou o nome de Olha pra Mim (1992). Amor tão Puro veio no ano seguinte. Em Eternamente Sua (1996), Léa contou pela primeira vez com o apoio da gravadora MK, referência na música cristã contemporânea. Entre 2003 e 2013, a cantora engatou uma sequência de cinco álbuns ao vivo, recebendo o Disco de Ouro por todos eles – Apenas uma Voz (2006) e Milagres da Adoração (2011) conquistaram também o Disco de Platina. Com Autoridade e Unção (2015), ela interrompeu a série de registros ao vivo e retornou ao estúdio. O trabalho serviu para comemorar os 30 anos de Léa no mundo gospel. Na faixa “Ilha da Intimidade”, ela dividiu o microfone com outra estrela da música cristã, o barítono capixaba Anderson Freire.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.