356x237

Artista

Jojo Maronttinni

Sobre Jojo Maronttinni

Também conhecida como Jojo Toddynho, a carioca Jordana Gleise de Jesus Menezes nasceu em Bangu, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro, em 1998. Dona de um visual exuberante e seios fartos – que em suas performances como youtuber ela chamou de toddynho, dando origem ao apelido –, Jojo foi convidada, em 2017, a participar da gravação de “Vai Malandra”, clipe sensação da cantora Anitta. Foi o bastante para Jojo Maronttinni ver crescer consideravelmente o número de seus seguidores nas redes sociais e se lançar no mundo do funk. Começou com o single “Sentada Diferente” e, no início de 2018, sacudiu a internet com “Que Tiro Foi Esse”. Espalharam-se pela rede vídeos em que as pessoas, no embalo do trecho da música em que soa o som de um tiro, se jogam no chão simulando terem sido baleadas. A brincadeira virou moda entre celebridades, como a própria Anitta, o ator Bruno Gagliasso e o apresentador Luciano Huck, e gerou polêmica diante da acusação de banalizar e incentivar a violência. O clipe oficial do funk alcançou mais de 30 milhões de visualizações em menos de 20 dias no ar.

356x237

Jojo Maronttinni

Também conhecida como Jojo Toddynho, a carioca Jordana Gleise de Jesus Menezes nasceu em Bangu, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro, em 1998. Dona de um visual exuberante e seios fartos – que em suas performances como youtuber ela chamou de toddynho, dando origem ao apelido –, Jojo foi convidada, em 2017, a participar da gravação de “Vai Malandra”, clipe sensação da cantora Anitta. Foi o bastante para Jojo Maronttinni ver crescer consideravelmente o número de seus seguidores nas redes sociais e se lançar no mundo do funk. Começou com o single “Sentada Diferente” e, no início de 2018, sacudiu a internet com “Que Tiro Foi Esse”. Espalharam-se pela rede vídeos em que as pessoas, no embalo do trecho da música em que soa o som de um tiro, se jogam no chão simulando terem sido baleadas. A brincadeira virou moda entre celebridades, como a própria Anitta, o ator Bruno Gagliasso e o apresentador Luciano Huck, e gerou polêmica diante da acusação de banalizar e incentivar a violência. O clipe oficial do funk alcançou mais de 30 milhões de visualizações em menos de 20 dias no ar.

Sobre Jojo Maronttinni

Também conhecida como Jojo Toddynho, a carioca Jordana Gleise de Jesus Menezes nasceu em Bangu, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro, em 1998. Dona de um visual exuberante e seios fartos – que em suas performances como youtuber ela chamou de toddynho, dando origem ao apelido –, Jojo foi convidada, em 2017, a participar da gravação de “Vai Malandra”, clipe sensação da cantora Anitta. Foi o bastante para Jojo Maronttinni ver crescer consideravelmente o número de seus seguidores nas redes sociais e se lançar no mundo do funk. Começou com o single “Sentada Diferente” e, no início de 2018, sacudiu a internet com “Que Tiro Foi Esse”. Espalharam-se pela rede vídeos em que as pessoas, no embalo do trecho da música em que soa o som de um tiro, se jogam no chão simulando terem sido baleadas. A brincadeira virou moda entre celebridades, como a própria Anitta, o ator Bruno Gagliasso e o apresentador Luciano Huck, e gerou polêmica diante da acusação de banalizar e incentivar a violência. O clipe oficial do funk alcançou mais de 30 milhões de visualizações em menos de 20 dias no ar.

Em destaque em Napster

500x500

O Melhor

Balada funk

Sobre Jojo Maronttinni

Também conhecida como Jojo Toddynho, a carioca Jordana Gleise de Jesus Menezes nasceu em Bangu, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro, em 1998. Dona de um visual exuberante e seios fartos – que em suas performances como youtuber ela chamou de toddynho, dando origem ao apelido –, Jojo foi convidada, em 2017, a participar da gravação de “Vai Malandra”, clipe sensação da cantora Anitta. Foi o bastante para Jojo Maronttinni ver crescer consideravelmente o número de seus seguidores nas redes sociais e se lançar no mundo do funk. Começou com o single “Sentada Diferente” e, no início de 2018, sacudiu a internet com “Que Tiro Foi Esse”. Espalharam-se pela rede vídeos em que as pessoas, no embalo do trecho da música em que soa o som de um tiro, se jogam no chão simulando terem sido baleadas. A brincadeira virou moda entre celebridades, como a própria Anitta, o ator Bruno Gagliasso e o apresentador Luciano Huck, e gerou polêmica diante da acusação de banalizar e incentivar a violência. O clipe oficial do funk alcançou mais de 30 milhões de visualizações em menos de 20 dias no ar.

Em destaque em Napster

500x500

O Melhor

Balada funk
Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.