356x237

Artista

Jerry Adriani

Sobre Jerry Adriani

Paulistano do bairro do Brás, Jair Alves de Souza nasceu em 1947 e começou sua carreira em 1964, gravando canções em italiano. Com seu vozeirão, boa-pinta e muito carisma, não tardou a mergulhar de cabeça no rock romântico, despontando com Roberto Carlos e Erasmo Carlos entre os ídolos da Jovem Guarda. Em 1968, conheceu Raul Seixas na Bahia e incentivou o então desconhecido roqueiro a se mudar para o Rio de Janeiro. Além de produzir três álbuns para Jerry, o "Maluco Beleza” compôs para o amigo sucessos como “Doce, Doce Amor”, “Tarde Demais” e “Tudo Que É Bom Dura Pouco”. A partir da década de 1970, Jerry Adriani passou a se dedicar mais à música romântica, mas sempre se mostrando capaz de surpresas, entre elas o álbum Forza Sempre (1999), com versões em italiano para hits do Legião Urbana, aproveitando a semelhança de seu timbre de voz com o de Renato Russo, líder da banda. Em 2016, com mais de 50 anos de carreira, o cantor se arriscou mais uma vez: em parceria com o Canal Brasil, gravou Outro Jerry Adriani, no qual passeou por estilos como jazz ("You’ve Changed"), tango ("Uno"), MPB ("Resposta ao Tempo") e soul ("Giorgia on My Mind").

356x237

Jerry Adriani

Paulistano do bairro do Brás, Jair Alves de Souza nasceu em 1947 e começou sua carreira em 1964, gravando canções em italiano. Com seu vozeirão, boa-pinta e muito carisma, não tardou a mergulhar de cabeça no rock romântico, despontando com Roberto Carlos e Erasmo Carlos entre os ídolos da Jovem Guarda. Em 1968, conheceu Raul Seixas na Bahia e incentivou o então desconhecido roqueiro a se mudar para o Rio de Janeiro. Além de produzir três álbuns para Jerry, o "Maluco Beleza” compôs para o amigo sucessos como “Doce, Doce Amor”, “Tarde Demais” e “Tudo Que É Bom Dura Pouco”. A partir da década de 1970, Jerry Adriani passou a se dedicar mais à música romântica, mas sempre se mostrando capaz de surpresas, entre elas o álbum Forza Sempre (1999), com versões em italiano para hits do Legião Urbana, aproveitando a semelhança de seu timbre de voz com o de Renato Russo, líder da banda. Em 2016, com mais de 50 anos de carreira, o cantor se arriscou mais uma vez: em parceria com o Canal Brasil, gravou Outro Jerry Adriani, no qual passeou por estilos como jazz ("You’ve Changed"), tango ("Uno"), MPB ("Resposta ao Tempo") e soul ("Giorgia on My Mind").

Sobre Jerry Adriani

Paulistano do bairro do Brás, Jair Alves de Souza nasceu em 1947 e começou sua carreira em 1964, gravando canções em italiano. Com seu vozeirão, boa-pinta e muito carisma, não tardou a mergulhar de cabeça no rock romântico, despontando com Roberto Carlos e Erasmo Carlos entre os ídolos da Jovem Guarda. Em 1968, conheceu Raul Seixas na Bahia e incentivou o então desconhecido roqueiro a se mudar para o Rio de Janeiro. Além de produzir três álbuns para Jerry, o "Maluco Beleza” compôs para o amigo sucessos como “Doce, Doce Amor”, “Tarde Demais” e “Tudo Que É Bom Dura Pouco”. A partir da década de 1970, Jerry Adriani passou a se dedicar mais à música romântica, mas sempre se mostrando capaz de surpresas, entre elas o álbum Forza Sempre (1999), com versões em italiano para hits do Legião Urbana, aproveitando a semelhança de seu timbre de voz com o de Renato Russo, líder da banda. Em 2016, com mais de 50 anos de carreira, o cantor se arriscou mais uma vez: em parceria com o Canal Brasil, gravou Outro Jerry Adriani, no qual passeou por estilos como jazz ("You’ve Changed"), tango ("Uno"), MPB ("Resposta ao Tempo") e soul ("Giorgia on My Mind").

Sobre Jerry Adriani

Paulistano do bairro do Brás, Jair Alves de Souza nasceu em 1947 e começou sua carreira em 1964, gravando canções em italiano. Com seu vozeirão, boa-pinta e muito carisma, não tardou a mergulhar de cabeça no rock romântico, despontando com Roberto Carlos e Erasmo Carlos entre os ídolos da Jovem Guarda. Em 1968, conheceu Raul Seixas na Bahia e incentivou o então desconhecido roqueiro a se mudar para o Rio de Janeiro. Além de produzir três álbuns para Jerry, o "Maluco Beleza” compôs para o amigo sucessos como “Doce, Doce Amor”, “Tarde Demais” e “Tudo Que É Bom Dura Pouco”. A partir da década de 1970, Jerry Adriani passou a se dedicar mais à música romântica, mas sempre se mostrando capaz de surpresas, entre elas o álbum Forza Sempre (1999), com versões em italiano para hits do Legião Urbana, aproveitando a semelhança de seu timbre de voz com o de Renato Russo, líder da banda. Em 2016, com mais de 50 anos de carreira, o cantor se arriscou mais uma vez: em parceria com o Canal Brasil, gravou Outro Jerry Adriani, no qual passeou por estilos como jazz ("You’ve Changed"), tango ("Uno"), MPB ("Resposta ao Tempo") e soul ("Giorgia on My Mind").

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.