356x237

Artista

Jau

Sobre Jau

O baiano Jauperi Lázaro dos Santos, o Jau, nasceu em Salvador em 1970. Aos 16 anos, passou a integrar o Olodum, como cantor e compositor. Com o grupo, se apresentou em festivais importantes pelo mundo, entre eles o de Montreux, na Suíça. Em 2005, juntamente com o cantor Pierre Onassis, criou a banda Vixe Mainha (no início, batizada de Afrodisíaco) e lançou hits como “Já É” e “Café com Pão (Vixe Mainha)”. A partir de 2008, Jau passou a investir em carreira solo, gravando o álbum Aplausos para o Sol três anos depois. O trabalho incluiu as faixas “Se joga”, “Flores da Favela” e “Amar É Bom” e contou com a participação de nomes como Marcelo Jeneci, Funk Como Le Gusta, Davi Moraes e Leila Pinheiro. Em 2017, o cantor retornou com Jau Natural, puxado pela faixa “Serenata de Amores”.

356x237

Jau

O baiano Jauperi Lázaro dos Santos, o Jau, nasceu em Salvador em 1970. Aos 16 anos, passou a integrar o Olodum, como cantor e compositor. Com o grupo, se apresentou em festivais importantes pelo mundo, entre eles o de Montreux, na Suíça. Em 2005, juntamente com o cantor Pierre Onassis, criou a banda Vixe Mainha (no início, batizada de Afrodisíaco) e lançou hits como “Já É” e “Café com Pão (Vixe Mainha)”. A partir de 2008, Jau passou a investir em carreira solo, gravando o álbum Aplausos para o Sol três anos depois. O trabalho incluiu as faixas “Se joga”, “Flores da Favela” e “Amar É Bom” e contou com a participação de nomes como Marcelo Jeneci, Funk Como Le Gusta, Davi Moraes e Leila Pinheiro. Em 2017, o cantor retornou com Jau Natural, puxado pela faixa “Serenata de Amores”.

Sobre Jau

O baiano Jauperi Lázaro dos Santos, o Jau, nasceu em Salvador em 1970. Aos 16 anos, passou a integrar o Olodum, como cantor e compositor. Com o grupo, se apresentou em festivais importantes pelo mundo, entre eles o de Montreux, na Suíça. Em 2005, juntamente com o cantor Pierre Onassis, criou a banda Vixe Mainha (no início, batizada de Afrodisíaco) e lançou hits como “Já É” e “Café com Pão (Vixe Mainha)”. A partir de 2008, Jau passou a investir em carreira solo, gravando o álbum Aplausos para o Sol três anos depois. O trabalho incluiu as faixas “Se joga”, “Flores da Favela” e “Amar É Bom” e contou com a participação de nomes como Marcelo Jeneci, Funk Como Le Gusta, Davi Moraes e Leila Pinheiro. Em 2017, o cantor retornou com Jau Natural, puxado pela faixa “Serenata de Amores”.

Sobre Jau

O baiano Jauperi Lázaro dos Santos, o Jau, nasceu em Salvador em 1970. Aos 16 anos, passou a integrar o Olodum, como cantor e compositor. Com o grupo, se apresentou em festivais importantes pelo mundo, entre eles o de Montreux, na Suíça. Em 2005, juntamente com o cantor Pierre Onassis, criou a banda Vixe Mainha (no início, batizada de Afrodisíaco) e lançou hits como “Já É” e “Café com Pão (Vixe Mainha)”. A partir de 2008, Jau passou a investir em carreira solo, gravando o álbum Aplausos para o Sol três anos depois. O trabalho incluiu as faixas “Se joga”, “Flores da Favela” e “Amar É Bom” e contou com a participação de nomes como Marcelo Jeneci, Funk Como Le Gusta, Davi Moraes e Leila Pinheiro. Em 2017, o cantor retornou com Jau Natural, puxado pela faixa “Serenata de Amores”.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.