356x237

Artista

Isabel Pantoja

Sobre Isabel Pantoja

Também conhecida como “La Reina de la Copla”, Isabel Pantoja construiu uma sólida carreira na Espanha, interpretando principalmente a copla, tipo de canção com estrutura muito parecida com a de um romance. Natural de Sevilha, ela começou a cantar muito precocemente. Aos 7 anos, já atuava em teatros e chamava a atenção do grande público. Com 17, passou a trabalhar com o maestro Juan Solano Pedrero, um expoente das coplas. Também nessa época, tomou contato com o letrista Rafael de León, que escreveu seus primeiros sucessos. A parceria rendeu álbuns clássicos como 22 Abriles Tengo, Al Alimón e !Viva Triana!. Em 1983, Isabel deixou a copla um pouco de lado e lançou seu primeiro trabalho de música pop, Cambiar por Ti. Com músicas como “Nada” e “En la Niebla”, ela conseguiu se dar bem no novo território. A partir de então, Isabel alternou registros entre o pop e a copla. Presa por dois anos por envolvimento em casos de corrupção numa operação conhecida como Caso Malaya, ela voltou aos palcos em 2016 e lançou Hasta Que Se Apague el Sol, com composições de Juan Gabriel – o cantor mexicano morto nesse mesmo ano havia produzido o álbum antes de Isabel começar a cumprir sua pena.

356x237

Isabel Pantoja

Também conhecida como “La Reina de la Copla”, Isabel Pantoja construiu uma sólida carreira na Espanha, interpretando principalmente a copla, tipo de canção com estrutura muito parecida com a de um romance. Natural de Sevilha, ela começou a cantar muito precocemente. Aos 7 anos, já atuava em teatros e chamava a atenção do grande público. Com 17, passou a trabalhar com o maestro Juan Solano Pedrero, um expoente das coplas. Também nessa época, tomou contato com o letrista Rafael de León, que escreveu seus primeiros sucessos. A parceria rendeu álbuns clássicos como 22 Abriles Tengo, Al Alimón e !Viva Triana!. Em 1983, Isabel deixou a copla um pouco de lado e lançou seu primeiro trabalho de música pop, Cambiar por Ti. Com músicas como “Nada” e “En la Niebla”, ela conseguiu se dar bem no novo território. A partir de então, Isabel alternou registros entre o pop e a copla. Presa por dois anos por envolvimento em casos de corrupção numa operação conhecida como Caso Malaya, ela voltou aos palcos em 2016 e lançou Hasta Que Se Apague el Sol, com composições de Juan Gabriel – o cantor mexicano morto nesse mesmo ano havia produzido o álbum antes de Isabel começar a cumprir sua pena.

Sobre Isabel Pantoja

Também conhecida como “La Reina de la Copla”, Isabel Pantoja construiu uma sólida carreira na Espanha, interpretando principalmente a copla, tipo de canção com estrutura muito parecida com a de um romance. Natural de Sevilha, ela começou a cantar muito precocemente. Aos 7 anos, já atuava em teatros e chamava a atenção do grande público. Com 17, passou a trabalhar com o maestro Juan Solano Pedrero, um expoente das coplas. Também nessa época, tomou contato com o letrista Rafael de León, que escreveu seus primeiros sucessos. A parceria rendeu álbuns clássicos como 22 Abriles Tengo, Al Alimón e !Viva Triana!. Em 1983, Isabel deixou a copla um pouco de lado e lançou seu primeiro trabalho de música pop, Cambiar por Ti. Com músicas como “Nada” e “En la Niebla”, ela conseguiu se dar bem no novo território. A partir de então, Isabel alternou registros entre o pop e a copla. Presa por dois anos por envolvimento em casos de corrupção numa operação conhecida como Caso Malaya, ela voltou aos palcos em 2016 e lançou Hasta Que Se Apague el Sol, com composições de Juan Gabriel – o cantor mexicano morto nesse mesmo ano havia produzido o álbum antes de Isabel começar a cumprir sua pena.

Sobre Isabel Pantoja

Também conhecida como “La Reina de la Copla”, Isabel Pantoja construiu uma sólida carreira na Espanha, interpretando principalmente a copla, tipo de canção com estrutura muito parecida com a de um romance. Natural de Sevilha, ela começou a cantar muito precocemente. Aos 7 anos, já atuava em teatros e chamava a atenção do grande público. Com 17, passou a trabalhar com o maestro Juan Solano Pedrero, um expoente das coplas. Também nessa época, tomou contato com o letrista Rafael de León, que escreveu seus primeiros sucessos. A parceria rendeu álbuns clássicos como 22 Abriles Tengo, Al Alimón e !Viva Triana!. Em 1983, Isabel deixou a copla um pouco de lado e lançou seu primeiro trabalho de música pop, Cambiar por Ti. Com músicas como “Nada” e “En la Niebla”, ela conseguiu se dar bem no novo território. A partir de então, Isabel alternou registros entre o pop e a copla. Presa por dois anos por envolvimento em casos de corrupção numa operação conhecida como Caso Malaya, ela voltou aos palcos em 2016 e lançou Hasta Que Se Apague el Sol, com composições de Juan Gabriel – o cantor mexicano morto nesse mesmo ano havia produzido o álbum antes de Isabel começar a cumprir sua pena.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.