356x237

Artista

Gipsy Kings

Sobre Gipsy Kings

Nos anos 1970, os cinco primos Reyes, filhos de dois artistas de flamenco, chamaram outros três primos e começaram a tocar flamenco e música cigana em festas de Arles, a cidade deles no sul da França. Batizado como Los Reyes o grupo logo mudaria o nome para Gipsy Kings. Aos poucos ficaram conhecidos nas comunidades ciganas e também fora delas, na França e na Espanha. Foram centenas de festas e apresentações em cidades menores até que o produtor Claude Martinez enxergou o potencial do grupo. A mistura de flamenco com salsa e rumba era aposta certa e o sucesso veio logo com o primeiro álbum, Gipsy Kings, de 1988. O mundo dançou ao som de “Djobi Djoba”, “Bamboléo” e “Un Amor”. No ano seguinte, os Gipsy Kings prosseguiram com Mosaïque e o sucesso “Volare”. A banda segue liderada pela voz rouca de Nicolas Reyes. Savor Flamenco, de 2013, ganhou o Grammy de Melhor Álbum de World Music.

356x237

Gipsy Kings

Nos anos 1970, os cinco primos Reyes, filhos de dois artistas de flamenco, chamaram outros três primos e começaram a tocar flamenco e música cigana em festas de Arles, a cidade deles no sul da França. Batizado como Los Reyes o grupo logo mudaria o nome para Gipsy Kings. Aos poucos ficaram conhecidos nas comunidades ciganas e também fora delas, na França e na Espanha. Foram centenas de festas e apresentações em cidades menores até que o produtor Claude Martinez enxergou o potencial do grupo. A mistura de flamenco com salsa e rumba era aposta certa e o sucesso veio logo com o primeiro álbum, Gipsy Kings, de 1988. O mundo dançou ao som de “Djobi Djoba”, “Bamboléo” e “Un Amor”. No ano seguinte, os Gipsy Kings prosseguiram com Mosaïque e o sucesso “Volare”. A banda segue liderada pela voz rouca de Nicolas Reyes. Savor Flamenco, de 2013, ganhou o Grammy de Melhor Álbum de World Music.

Sobre Gipsy Kings

Nos anos 1970, os cinco primos Reyes, filhos de dois artistas de flamenco, chamaram outros três primos e começaram a tocar flamenco e música cigana em festas de Arles, a cidade deles no sul da França. Batizado como Los Reyes o grupo logo mudaria o nome para Gipsy Kings. Aos poucos ficaram conhecidos nas comunidades ciganas e também fora delas, na França e na Espanha. Foram centenas de festas e apresentações em cidades menores até que o produtor Claude Martinez enxergou o potencial do grupo. A mistura de flamenco com salsa e rumba era aposta certa e o sucesso veio logo com o primeiro álbum, Gipsy Kings, de 1988. O mundo dançou ao som de “Djobi Djoba”, “Bamboléo” e “Un Amor”. No ano seguinte, os Gipsy Kings prosseguiram com Mosaïque e o sucesso “Volare”. A banda segue liderada pela voz rouca de Nicolas Reyes. Savor Flamenco, de 2013, ganhou o Grammy de Melhor Álbum de World Music.

Sobre Gipsy Kings

Nos anos 1970, os cinco primos Reyes, filhos de dois artistas de flamenco, chamaram outros três primos e começaram a tocar flamenco e música cigana em festas de Arles, a cidade deles no sul da França. Batizado como Los Reyes o grupo logo mudaria o nome para Gipsy Kings. Aos poucos ficaram conhecidos nas comunidades ciganas e também fora delas, na França e na Espanha. Foram centenas de festas e apresentações em cidades menores até que o produtor Claude Martinez enxergou o potencial do grupo. A mistura de flamenco com salsa e rumba era aposta certa e o sucesso veio logo com o primeiro álbum, Gipsy Kings, de 1988. O mundo dançou ao som de “Djobi Djoba”, “Bamboléo” e “Un Amor”. No ano seguinte, os Gipsy Kings prosseguiram com Mosaïque e o sucesso “Volare”. A banda segue liderada pela voz rouca de Nicolas Reyes. Savor Flamenco, de 2013, ganhou o Grammy de Melhor Álbum de World Music.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.