356x237

Artista

Emeli Sandé

Sobre Emeli Sandé

Misturando elementos de R&B, soul e pop, Emeli Sandé mostra em seu repertório influências que vão de Nina Simone a Joni Mitchell, além de se espelhar em seu pai, um maestro que a inspirou a tocar piano e clarinete e a compor desde a adolescência. Após trabalhar compondo e cantando para outros artistas – como Solange Knowles e Cheryl Cole –, a britânica fez sua estreia solo com o single “Daddy”, em 2010, e participou do hit “Read All About It”, do rapper Professor Green. O primeiro álbum, Our Version of Events, chegou ao mercado em fevereiro de 2012 e, além de ganhar elogios da crítica, rendeu êxitos como “Heaven” e “Next to me”. Enquanto compunha para nomes como Rihanna, Leona Lewis e Tinie Tempah, Sandé lançou a versão ao vivo de seu trabalho de estreia, Our Version of Events: Live At The Royal Albert Hall (2013). Seu segundo registro de inéditas, Long Live The Angels (2016), teve “Hurts” e “Breathing Underwater” como singles.

356x237

Emeli Sandé

Misturando elementos de R&B, soul e pop, Emeli Sandé mostra em seu repertório influências que vão de Nina Simone a Joni Mitchell, além de se espelhar em seu pai, um maestro que a inspirou a tocar piano e clarinete e a compor desde a adolescência. Após trabalhar compondo e cantando para outros artistas – como Solange Knowles e Cheryl Cole –, a britânica fez sua estreia solo com o single “Daddy”, em 2010, e participou do hit “Read All About It”, do rapper Professor Green. O primeiro álbum, Our Version of Events, chegou ao mercado em fevereiro de 2012 e, além de ganhar elogios da crítica, rendeu êxitos como “Heaven” e “Next to me”. Enquanto compunha para nomes como Rihanna, Leona Lewis e Tinie Tempah, Sandé lançou a versão ao vivo de seu trabalho de estreia, Our Version of Events: Live At The Royal Albert Hall (2013). Seu segundo registro de inéditas, Long Live The Angels (2016), teve “Hurts” e “Breathing Underwater” como singles.

Sobre Emeli Sandé

Misturando elementos de R&B, soul e pop, Emeli Sandé mostra em seu repertório influências que vão de Nina Simone a Joni Mitchell, além de se espelhar em seu pai, um maestro que a inspirou a tocar piano e clarinete e a compor desde a adolescência. Após trabalhar compondo e cantando para outros artistas – como Solange Knowles e Cheryl Cole –, a britânica fez sua estreia solo com o single “Daddy”, em 2010, e participou do hit “Read All About It”, do rapper Professor Green. O primeiro álbum, Our Version of Events, chegou ao mercado em fevereiro de 2012 e, além de ganhar elogios da crítica, rendeu êxitos como “Heaven” e “Next to me”. Enquanto compunha para nomes como Rihanna, Leona Lewis e Tinie Tempah, Sandé lançou a versão ao vivo de seu trabalho de estreia, Our Version of Events: Live At The Royal Albert Hall (2013). Seu segundo registro de inéditas, Long Live The Angels (2016), teve “Hurts” e “Breathing Underwater” como singles.

Sobre Emeli Sandé

Misturando elementos de R&B, soul e pop, Emeli Sandé mostra em seu repertório influências que vão de Nina Simone a Joni Mitchell, além de se espelhar em seu pai, um maestro que a inspirou a tocar piano e clarinete e a compor desde a adolescência. Após trabalhar compondo e cantando para outros artistas – como Solange Knowles e Cheryl Cole –, a britânica fez sua estreia solo com o single “Daddy”, em 2010, e participou do hit “Read All About It”, do rapper Professor Green. O primeiro álbum, Our Version of Events, chegou ao mercado em fevereiro de 2012 e, além de ganhar elogios da crítica, rendeu êxitos como “Heaven” e “Next to me”. Enquanto compunha para nomes como Rihanna, Leona Lewis e Tinie Tempah, Sandé lançou a versão ao vivo de seu trabalho de estreia, Our Version of Events: Live At The Royal Albert Hall (2013). Seu segundo registro de inéditas, Long Live The Angels (2016), teve “Hurts” e “Breathing Underwater” como singles.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.