356x237

Artista

Cut Copy

Sobre Cut Copy

Agregando elementos presentes nas obras de Daft Punk e Air, indie rock e toques revivalistas de canções pop das décadas de 1970 e 1980, o Cut Copy começou como um projeto solo do DJ/produtor Dan Whitford, cuja estreia se deu com o EP I Thought of Numbers (2001). Na sequência, o australiano convocou outros músicos para o lançamento do álbum Bright Like Neon Love (2004), que rendeu êxitos como “Saturdays” e “Going Nowhere”. Impulsionado pelos singles “Hearts on Fire” e “Lights & Music”, In Ghost Colours (2008) estreou no topo das paradas das Austrália e foi amplamente elogiado pela crítica. Seu sucessor, Zonoscope – que trouxe “Take Me Over”, um dos principais hits do grupo –, chegou ao mercado três anos depois e foi indicado ao Grammy de Melhor Álbum Dance/Eletrônica. Em 2015, o Cut Copy divulgou Free Your Mind, que teve a faixa-título como destaque.

356x237

Cut Copy

Agregando elementos presentes nas obras de Daft Punk e Air, indie rock e toques revivalistas de canções pop das décadas de 1970 e 1980, o Cut Copy começou como um projeto solo do DJ/produtor Dan Whitford, cuja estreia se deu com o EP I Thought of Numbers (2001). Na sequência, o australiano convocou outros músicos para o lançamento do álbum Bright Like Neon Love (2004), que rendeu êxitos como “Saturdays” e “Going Nowhere”. Impulsionado pelos singles “Hearts on Fire” e “Lights & Music”, In Ghost Colours (2008) estreou no topo das paradas das Austrália e foi amplamente elogiado pela crítica. Seu sucessor, Zonoscope – que trouxe “Take Me Over”, um dos principais hits do grupo –, chegou ao mercado três anos depois e foi indicado ao Grammy de Melhor Álbum Dance/Eletrônica. Em 2015, o Cut Copy divulgou Free Your Mind, que teve a faixa-título como destaque.

Sobre Cut Copy

Agregando elementos presentes nas obras de Daft Punk e Air, indie rock e toques revivalistas de canções pop das décadas de 1970 e 1980, o Cut Copy começou como um projeto solo do DJ/produtor Dan Whitford, cuja estreia se deu com o EP I Thought of Numbers (2001). Na sequência, o australiano convocou outros músicos para o lançamento do álbum Bright Like Neon Love (2004), que rendeu êxitos como “Saturdays” e “Going Nowhere”. Impulsionado pelos singles “Hearts on Fire” e “Lights & Music”, In Ghost Colours (2008) estreou no topo das paradas das Austrália e foi amplamente elogiado pela crítica. Seu sucessor, Zonoscope – que trouxe “Take Me Over”, um dos principais hits do grupo –, chegou ao mercado três anos depois e foi indicado ao Grammy de Melhor Álbum Dance/Eletrônica. Em 2015, o Cut Copy divulgou Free Your Mind, que teve a faixa-título como destaque.

Sobre Cut Copy

Agregando elementos presentes nas obras de Daft Punk e Air, indie rock e toques revivalistas de canções pop das décadas de 1970 e 1980, o Cut Copy começou como um projeto solo do DJ/produtor Dan Whitford, cuja estreia se deu com o EP I Thought of Numbers (2001). Na sequência, o australiano convocou outros músicos para o lançamento do álbum Bright Like Neon Love (2004), que rendeu êxitos como “Saturdays” e “Going Nowhere”. Impulsionado pelos singles “Hearts on Fire” e “Lights & Music”, In Ghost Colours (2008) estreou no topo das paradas das Austrália e foi amplamente elogiado pela crítica. Seu sucessor, Zonoscope – que trouxe “Take Me Over”, um dos principais hits do grupo –, chegou ao mercado três anos depois e foi indicado ao Grammy de Melhor Álbum Dance/Eletrônica. Em 2015, o Cut Copy divulgou Free Your Mind, que teve a faixa-título como destaque.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.