356x237

Artista

Coolio

Sobre Coolio

Em meio ao protagonismo de Tupac e Notorious B.I.G. no fértil cenário do rap nos anos 1990, Coolio também teve seus momentos de astro. O platinado álbum de estreia, It Takes a Thief (1994), colocou o rapper no mapa com “Fantastic Voyage” – terceiro lugar no Hot 100. Mas o ponto mais alto viria na sequência: carro-chefe da trilha sonora de Mentes Perigosas (1995), filme estrelado por Michelle Pfeifer, e baseado em “Pastime Paradise”, de Stevie Wonder, “Gangsta's Paradise” foi o maior hit de 1995. Além da liderança na lista anual de singles da Billboard, a faixa levou o Grammy de Melhor Performance de Rap e deu título ao trabalho seguinte de Coolio. Outro sucesso de vendas, o registro ainda rendeu êxitos como “1,2,3, 4 (Sumpin’ New)” e “Too Hot”, porém foi o último suspiro do MC no mainstream. Ainda que My Soul (1997) tenha emplacado “C U When U Get There”, os lançamentos seguintes, postergados pela empreitada do rapper como ator e por problemas com a polícia, nem chegaram a entrar nas paradas dos Estados Unidos – entre eles, Coolio.com (2001), El Cool Magnifico (2006) e From the Bottom to the Top (2009).

356x237

Coolio

Em meio ao protagonismo de Tupac e Notorious B.I.G. no fértil cenário do rap nos anos 1990, Coolio também teve seus momentos de astro. O platinado álbum de estreia, It Takes a Thief (1994), colocou o rapper no mapa com “Fantastic Voyage” – terceiro lugar no Hot 100. Mas o ponto mais alto viria na sequência: carro-chefe da trilha sonora de Mentes Perigosas (1995), filme estrelado por Michelle Pfeifer, e baseado em “Pastime Paradise”, de Stevie Wonder, “Gangsta's Paradise” foi o maior hit de 1995. Além da liderança na lista anual de singles da Billboard, a faixa levou o Grammy de Melhor Performance de Rap e deu título ao trabalho seguinte de Coolio. Outro sucesso de vendas, o registro ainda rendeu êxitos como “1,2,3, 4 (Sumpin’ New)” e “Too Hot”, porém foi o último suspiro do MC no mainstream. Ainda que My Soul (1997) tenha emplacado “C U When U Get There”, os lançamentos seguintes, postergados pela empreitada do rapper como ator e por problemas com a polícia, nem chegaram a entrar nas paradas dos Estados Unidos – entre eles, Coolio.com (2001), El Cool Magnifico (2006) e From the Bottom to the Top (2009).

Sobre Coolio

Em meio ao protagonismo de Tupac e Notorious B.I.G. no fértil cenário do rap nos anos 1990, Coolio também teve seus momentos de astro. O platinado álbum de estreia, It Takes a Thief (1994), colocou o rapper no mapa com “Fantastic Voyage” – terceiro lugar no Hot 100. Mas o ponto mais alto viria na sequência: carro-chefe da trilha sonora de Mentes Perigosas (1995), filme estrelado por Michelle Pfeifer, e baseado em “Pastime Paradise”, de Stevie Wonder, “Gangsta's Paradise” foi o maior hit de 1995. Além da liderança na lista anual de singles da Billboard, a faixa levou o Grammy de Melhor Performance de Rap e deu título ao trabalho seguinte de Coolio. Outro sucesso de vendas, o registro ainda rendeu êxitos como “1,2,3, 4 (Sumpin’ New)” e “Too Hot”, porém foi o último suspiro do MC no mainstream. Ainda que My Soul (1997) tenha emplacado “C U When U Get There”, os lançamentos seguintes, postergados pela empreitada do rapper como ator e por problemas com a polícia, nem chegaram a entrar nas paradas dos Estados Unidos – entre eles, Coolio.com (2001), El Cool Magnifico (2006) e From the Bottom to the Top (2009).

Sobre Coolio

Em meio ao protagonismo de Tupac e Notorious B.I.G. no fértil cenário do rap nos anos 1990, Coolio também teve seus momentos de astro. O platinado álbum de estreia, It Takes a Thief (1994), colocou o rapper no mapa com “Fantastic Voyage” – terceiro lugar no Hot 100. Mas o ponto mais alto viria na sequência: carro-chefe da trilha sonora de Mentes Perigosas (1995), filme estrelado por Michelle Pfeifer, e baseado em “Pastime Paradise”, de Stevie Wonder, “Gangsta's Paradise” foi o maior hit de 1995. Além da liderança na lista anual de singles da Billboard, a faixa levou o Grammy de Melhor Performance de Rap e deu título ao trabalho seguinte de Coolio. Outro sucesso de vendas, o registro ainda rendeu êxitos como “1,2,3, 4 (Sumpin’ New)” e “Too Hot”, porém foi o último suspiro do MC no mainstream. Ainda que My Soul (1997) tenha emplacado “C U When U Get There”, os lançamentos seguintes, postergados pela empreitada do rapper como ator e por problemas com a polícia, nem chegaram a entrar nas paradas dos Estados Unidos – entre eles, Coolio.com (2001), El Cool Magnifico (2006) e From the Bottom to the Top (2009).

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.