356x237

Artista

César Camargo Mariano

Sobre César Camargo Mariano

Um dos personagens fundamentais na história da MPB, o pianista, compositor, arranjador e produtor Cesar Camargo Mariano nasceu em 1943, em São Paulo. Sua relação com a música começou cedo: autodidata no piano, no final da adolescência já acompanhava Johnny Alf, um dos pais da bossa nova. Mas foi na década de 1970, graças a trabalhos com Chico Buarque, Maria Bethânia, Wilson Simonal e Jorge Ben Jor, entre outros, que seu nome entrou para o panteão da MPB. Com Elis Regina, o encontro musical rendeu álbuns como o icônico Elis e Tom, de 1974, e shows como o histórico Falso Brilhante, em cartaz entre dezembro de 1975 e fevereiro de 1977. E a parceria com Elis se estendeu a um casamento (os dois tiveram os filhos cantores Maria Rita e Pedro Mariano). Nos anos 1980, Cesar Camargo Mariano introduziu o sintetizador na MPB e, na década seguinte, mudou-se para os Estados Unidos, onde gravou com artistas como Yo-Yo Ma e Lenny Andrade. O músico já recebeu inúmeros prêmios no Brasil e no exterior, incluindo o Grammy Latino Lifetime Achievement Award em 2006 e o de Melhor Álbum de MPB por Ao Vivo (2006), gravado com Lenny Andrade. Em 2011, César Camargo Mariano celebrou 50 anos de carreira com o lançamento da autobiografia Solo: Cesar Camargo Mariano – Memórias.

356x237

César Camargo Mariano

Um dos personagens fundamentais na história da MPB, o pianista, compositor, arranjador e produtor Cesar Camargo Mariano nasceu em 1943, em São Paulo. Sua relação com a música começou cedo: autodidata no piano, no final da adolescência já acompanhava Johnny Alf, um dos pais da bossa nova. Mas foi na década de 1970, graças a trabalhos com Chico Buarque, Maria Bethânia, Wilson Simonal e Jorge Ben Jor, entre outros, que seu nome entrou para o panteão da MPB. Com Elis Regina, o encontro musical rendeu álbuns como o icônico Elis e Tom, de 1974, e shows como o histórico Falso Brilhante, em cartaz entre dezembro de 1975 e fevereiro de 1977. E a parceria com Elis se estendeu a um casamento (os dois tiveram os filhos cantores Maria Rita e Pedro Mariano). Nos anos 1980, Cesar Camargo Mariano introduziu o sintetizador na MPB e, na década seguinte, mudou-se para os Estados Unidos, onde gravou com artistas como Yo-Yo Ma e Lenny Andrade. O músico já recebeu inúmeros prêmios no Brasil e no exterior, incluindo o Grammy Latino Lifetime Achievement Award em 2006 e o de Melhor Álbum de MPB por Ao Vivo (2006), gravado com Lenny Andrade. Em 2011, César Camargo Mariano celebrou 50 anos de carreira com o lançamento da autobiografia Solo: Cesar Camargo Mariano – Memórias.

Sobre César Camargo Mariano

Um dos personagens fundamentais na história da MPB, o pianista, compositor, arranjador e produtor Cesar Camargo Mariano nasceu em 1943, em São Paulo. Sua relação com a música começou cedo: autodidata no piano, no final da adolescência já acompanhava Johnny Alf, um dos pais da bossa nova. Mas foi na década de 1970, graças a trabalhos com Chico Buarque, Maria Bethânia, Wilson Simonal e Jorge Ben Jor, entre outros, que seu nome entrou para o panteão da MPB. Com Elis Regina, o encontro musical rendeu álbuns como o icônico Elis e Tom, de 1974, e shows como o histórico Falso Brilhante, em cartaz entre dezembro de 1975 e fevereiro de 1977. E a parceria com Elis se estendeu a um casamento (os dois tiveram os filhos cantores Maria Rita e Pedro Mariano). Nos anos 1980, Cesar Camargo Mariano introduziu o sintetizador na MPB e, na década seguinte, mudou-se para os Estados Unidos, onde gravou com artistas como Yo-Yo Ma e Lenny Andrade. O músico já recebeu inúmeros prêmios no Brasil e no exterior, incluindo o Grammy Latino Lifetime Achievement Award em 2006 e o de Melhor Álbum de MPB por Ao Vivo (2006), gravado com Lenny Andrade. Em 2011, César Camargo Mariano celebrou 50 anos de carreira com o lançamento da autobiografia Solo: Cesar Camargo Mariano – Memórias.

Sobre César Camargo Mariano

Um dos personagens fundamentais na história da MPB, o pianista, compositor, arranjador e produtor Cesar Camargo Mariano nasceu em 1943, em São Paulo. Sua relação com a música começou cedo: autodidata no piano, no final da adolescência já acompanhava Johnny Alf, um dos pais da bossa nova. Mas foi na década de 1970, graças a trabalhos com Chico Buarque, Maria Bethânia, Wilson Simonal e Jorge Ben Jor, entre outros, que seu nome entrou para o panteão da MPB. Com Elis Regina, o encontro musical rendeu álbuns como o icônico Elis e Tom, de 1974, e shows como o histórico Falso Brilhante, em cartaz entre dezembro de 1975 e fevereiro de 1977. E a parceria com Elis se estendeu a um casamento (os dois tiveram os filhos cantores Maria Rita e Pedro Mariano). Nos anos 1980, Cesar Camargo Mariano introduziu o sintetizador na MPB e, na década seguinte, mudou-se para os Estados Unidos, onde gravou com artistas como Yo-Yo Ma e Lenny Andrade. O músico já recebeu inúmeros prêmios no Brasil e no exterior, incluindo o Grammy Latino Lifetime Achievement Award em 2006 e o de Melhor Álbum de MPB por Ao Vivo (2006), gravado com Lenny Andrade. Em 2011, César Camargo Mariano celebrou 50 anos de carreira com o lançamento da autobiografia Solo: Cesar Camargo Mariano – Memórias.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.