356x237

Artista

Anita Baker

Sobre Anita Baker

Anita Denise Baker, nascida em 1958 em Ohio, tentou o sucesso nos anos 1970 em Detroit, mas ouviu que não tinha talento. Foi trabalhar como garçonete e recepcionista, até que a gravadora a chamou de volta em 1982. Saiu dali o álbumThe Songstress e canções de R&B que entraram nas paradas, como “No More Tears”, “Will You Be Mine” e “Angel”. O maior sucesso de Anita Baker viria em 1986, com Rapture, com o qual ganhou o Grammy de Melhor Vocal Feminino de R&B. É desse álbum o clássico “Sweet Love”, seu grande hit, que lhe valeu mais um Grammy, o de Melhor Canção de R&B. A dobradinha de Grammy se repetiu dois anos depois, com a faixa-título de Giving You the Best I Got. Fazendo uma inflexão para o jazz, em 1990 Anita Baker gravou Composition, faturou mais um Grammy e deu uma pausa de quatro anos na carreira. Nesse período, só entrou em estúdio para gravar uma participação no álbum Duets, de Frank Sinatra ("Witchcraft"). A cantora voltou à cena em 1994, com Rhythm of Love, em que se destacou a faixa "I Apologize". Depois disso, os fãs tiveram que amargar uma década de silêncio da cantora, até que em 2004 ela iniciou a turnê que deu origem ao registro ao vivo A Night of Rapture Live, além de lançar My Everything. Outro intervalo, de oito anos, e mais uma vez a voz de Anita Baker fez jus a uma indicação ao Grammy, então com “Lately”, faixa de Only Forever, que saiu em 2013.

356x237

Anita Baker

Anita Denise Baker, nascida em 1958 em Ohio, tentou o sucesso nos anos 1970 em Detroit, mas ouviu que não tinha talento. Foi trabalhar como garçonete e recepcionista, até que a gravadora a chamou de volta em 1982. Saiu dali o álbumThe Songstress e canções de R&B que entraram nas paradas, como “No More Tears”, “Will You Be Mine” e “Angel”. O maior sucesso de Anita Baker viria em 1986, com Rapture, com o qual ganhou o Grammy de Melhor Vocal Feminino de R&B. É desse álbum o clássico “Sweet Love”, seu grande hit, que lhe valeu mais um Grammy, o de Melhor Canção de R&B. A dobradinha de Grammy se repetiu dois anos depois, com a faixa-título de Giving You the Best I Got. Fazendo uma inflexão para o jazz, em 1990 Anita Baker gravou Composition, faturou mais um Grammy e deu uma pausa de quatro anos na carreira. Nesse período, só entrou em estúdio para gravar uma participação no álbum Duets, de Frank Sinatra ("Witchcraft"). A cantora voltou à cena em 1994, com Rhythm of Love, em que se destacou a faixa "I Apologize". Depois disso, os fãs tiveram que amargar uma década de silêncio da cantora, até que em 2004 ela iniciou a turnê que deu origem ao registro ao vivo A Night of Rapture Live, além de lançar My Everything. Outro intervalo, de oito anos, e mais uma vez a voz de Anita Baker fez jus a uma indicação ao Grammy, então com “Lately”, faixa de Only Forever, que saiu em 2013.

Sobre Anita Baker

Anita Denise Baker, nascida em 1958 em Ohio, tentou o sucesso nos anos 1970 em Detroit, mas ouviu que não tinha talento. Foi trabalhar como garçonete e recepcionista, até que a gravadora a chamou de volta em 1982. Saiu dali o álbumThe Songstress e canções de R&B que entraram nas paradas, como “No More Tears”, “Will You Be Mine” e “Angel”. O maior sucesso de Anita Baker viria em 1986, com Rapture, com o qual ganhou o Grammy de Melhor Vocal Feminino de R&B. É desse álbum o clássico “Sweet Love”, seu grande hit, que lhe valeu mais um Grammy, o de Melhor Canção de R&B. A dobradinha de Grammy se repetiu dois anos depois, com a faixa-título de Giving You the Best I Got. Fazendo uma inflexão para o jazz, em 1990 Anita Baker gravou Composition, faturou mais um Grammy e deu uma pausa de quatro anos na carreira. Nesse período, só entrou em estúdio para gravar uma participação no álbum Duets, de Frank Sinatra ("Witchcraft"). A cantora voltou à cena em 1994, com Rhythm of Love, em que se destacou a faixa "I Apologize". Depois disso, os fãs tiveram que amargar uma década de silêncio da cantora, até que em 2004 ela iniciou a turnê que deu origem ao registro ao vivo A Night of Rapture Live, além de lançar My Everything. Outro intervalo, de oito anos, e mais uma vez a voz de Anita Baker fez jus a uma indicação ao Grammy, então com “Lately”, faixa de Only Forever, que saiu em 2013.

Sobre Anita Baker

Anita Denise Baker, nascida em 1958 em Ohio, tentou o sucesso nos anos 1970 em Detroit, mas ouviu que não tinha talento. Foi trabalhar como garçonete e recepcionista, até que a gravadora a chamou de volta em 1982. Saiu dali o álbumThe Songstress e canções de R&B que entraram nas paradas, como “No More Tears”, “Will You Be Mine” e “Angel”. O maior sucesso de Anita Baker viria em 1986, com Rapture, com o qual ganhou o Grammy de Melhor Vocal Feminino de R&B. É desse álbum o clássico “Sweet Love”, seu grande hit, que lhe valeu mais um Grammy, o de Melhor Canção de R&B. A dobradinha de Grammy se repetiu dois anos depois, com a faixa-título de Giving You the Best I Got. Fazendo uma inflexão para o jazz, em 1990 Anita Baker gravou Composition, faturou mais um Grammy e deu uma pausa de quatro anos na carreira. Nesse período, só entrou em estúdio para gravar uma participação no álbum Duets, de Frank Sinatra ("Witchcraft"). A cantora voltou à cena em 1994, com Rhythm of Love, em que se destacou a faixa "I Apologize". Depois disso, os fãs tiveram que amargar uma década de silêncio da cantora, até que em 2004 ela iniciou a turnê que deu origem ao registro ao vivo A Night of Rapture Live, além de lançar My Everything. Outro intervalo, de oito anos, e mais uma vez a voz de Anita Baker fez jus a uma indicação ao Grammy, então com “Lately”, faixa de Only Forever, que saiu em 2013.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.