356x237

Artista

Alceu Valença

Sobre Alceu Valença

Pernambucano radicado no Rio de Janeiro, Alceu Valença decidiu virar músico após desistir da carreira de advogado. Com o amigo Geraldo Azevedo, embarcou para a Cidade Maravilhosa com o sonho de ser cantor. Em 1972, lançou o ousado Quadrofônico – produzido por um dos mentores do Tropicalismo, Rogério Duprat, que carimbou nele o selo de primeiro álbum brasileiro a utilizar o sistema que dá nome ao disco. O primeiro sucesso, entretanto, de Alceu, aconteceu apenas em 1980, com o álbum Coração Bobo. A faixa-título foi defendida no Festival da Música da Tupi e levou o álbum à marca de 150 mil cópias vendidas. Na década de 1980, Alceu foi alçado a cantor popular com o sucesso "Tropicana" (do álbum Cavalo de Pau, que vendeu 1,5 milhões de cópias), mesmo momento que começou a tocar em estádios com mais de 40 mil pessoas. Em 1996, outro grande estouro na carreira de Alceu foi o álbum O Grande Encontro, no qual ele dividia o palco com mais três nomes famosos do Norte do País: Geraldo Vandré, Zé Ramalho e Elba Ramalho.

356x237

Alceu Valença

Pernambucano radicado no Rio de Janeiro, Alceu Valença decidiu virar músico após desistir da carreira de advogado. Com o amigo Geraldo Azevedo, embarcou para a Cidade Maravilhosa com o sonho de ser cantor. Em 1972, lançou o ousado Quadrofônico – produzido por um dos mentores do Tropicalismo, Rogério Duprat, que carimbou nele o selo de primeiro álbum brasileiro a utilizar o sistema que dá nome ao disco. O primeiro sucesso, entretanto, de Alceu, aconteceu apenas em 1980, com o álbum Coração Bobo. A faixa-título foi defendida no Festival da Música da Tupi e levou o álbum à marca de 150 mil cópias vendidas. Na década de 1980, Alceu foi alçado a cantor popular com o sucesso "Tropicana" (do álbum Cavalo de Pau, que vendeu 1,5 milhões de cópias), mesmo momento que começou a tocar em estádios com mais de 40 mil pessoas. Em 1996, outro grande estouro na carreira de Alceu foi o álbum O Grande Encontro, no qual ele dividia o palco com mais três nomes famosos do Norte do País: Geraldo Vandré, Zé Ramalho e Elba Ramalho.

Sobre Alceu Valença

Pernambucano radicado no Rio de Janeiro, Alceu Valença decidiu virar músico após desistir da carreira de advogado. Com o amigo Geraldo Azevedo, embarcou para a Cidade Maravilhosa com o sonho de ser cantor. Em 1972, lançou o ousado Quadrofônico – produzido por um dos mentores do Tropicalismo, Rogério Duprat, que carimbou nele o selo de primeiro álbum brasileiro a utilizar o sistema que dá nome ao disco. O primeiro sucesso, entretanto, de Alceu, aconteceu apenas em 1980, com o álbum Coração Bobo. A faixa-título foi defendida no Festival da Música da Tupi e levou o álbum à marca de 150 mil cópias vendidas. Na década de 1980, Alceu foi alçado a cantor popular com o sucesso "Tropicana" (do álbum Cavalo de Pau, que vendeu 1,5 milhões de cópias), mesmo momento que começou a tocar em estádios com mais de 40 mil pessoas. Em 1996, outro grande estouro na carreira de Alceu foi o álbum O Grande Encontro, no qual ele dividia o palco com mais três nomes famosos do Norte do País: Geraldo Vandré, Zé Ramalho e Elba Ramalho.

Sobre Alceu Valença

Pernambucano radicado no Rio de Janeiro, Alceu Valença decidiu virar músico após desistir da carreira de advogado. Com o amigo Geraldo Azevedo, embarcou para a Cidade Maravilhosa com o sonho de ser cantor. Em 1972, lançou o ousado Quadrofônico – produzido por um dos mentores do Tropicalismo, Rogério Duprat, que carimbou nele o selo de primeiro álbum brasileiro a utilizar o sistema que dá nome ao disco. O primeiro sucesso, entretanto, de Alceu, aconteceu apenas em 1980, com o álbum Coração Bobo. A faixa-título foi defendida no Festival da Música da Tupi e levou o álbum à marca de 150 mil cópias vendidas. Na década de 1980, Alceu foi alçado a cantor popular com o sucesso "Tropicana" (do álbum Cavalo de Pau, que vendeu 1,5 milhões de cópias), mesmo momento que começou a tocar em estádios com mais de 40 mil pessoas. Em 1996, outro grande estouro na carreira de Alceu foi o álbum O Grande Encontro, no qual ele dividia o palco com mais três nomes famosos do Norte do País: Geraldo Vandré, Zé Ramalho e Elba Ramalho.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.