356x237

Artista

a-ha

Sobre a-ha

Nem todo sucesso nasce de um dia para o outro. “Take on Me”, uma das músicas mais executadas do mundo nos anos 1980, levou três anos para atingir sua fórmula pop perfeita. Morten Harket (vocais), Magne Furuholmen (teclado) e Paul Waaktaar-Savoy (guitarra) ainda moravam na Noruega natal quando fizeram a primeira versão, em 1982. Mudaram-se para Londres no mesmo ano, já com algumas ideias na cabeça. Escolheram o estúdio de gravação não pelo equipamento musical, mas sim pela máquina com o jogo Space Invaders presente no ambiente. Gravaram três versões de “Take on Me” e finalizaram o álbum Hunting High and Low. Em 1985, o lançamento foi um estouro: a música foi topo das paradas em vários países (a primeira conquista do gênero para um grupo da Noruega) e ganhou um recorde de prêmios no MTV Music Awards de 1986. Nos dois álbuns seguintes, emplacaram dois sucessos respectivamente, “Cry Wolf” e “Stay on These Roads”. Outro recorde viria com o show para 198 mil pagantes no Rock in Rio II, em 1991. A banda deu um tempo, voltou a gravar em 2000 e fez o último show em 2011. Para 2015, ano do 30º aniversário de “Take on Me”, estão previstos novos lançamentos.

356x237

a-ha

Nem todo sucesso nasce de um dia para o outro. “Take on Me”, uma das músicas mais executadas do mundo nos anos 1980, levou três anos para atingir sua fórmula pop perfeita. Morten Harket (vocais), Magne Furuholmen (teclado) e Paul Waaktaar-Savoy (guitarra) ainda moravam na Noruega natal quando fizeram a primeira versão, em 1982. Mudaram-se para Londres no mesmo ano, já com algumas ideias na cabeça. Escolheram o estúdio de gravação não pelo equipamento musical, mas sim pela máquina com o jogo Space Invaders presente no ambiente. Gravaram três versões de “Take on Me” e finalizaram o álbum Hunting High and Low. Em 1985, o lançamento foi um estouro: a música foi topo das paradas em vários países (a primeira conquista do gênero para um grupo da Noruega) e ganhou um recorde de prêmios no MTV Music Awards de 1986. Nos dois álbuns seguintes, emplacaram dois sucessos respectivamente, “Cry Wolf” e “Stay on These Roads”. Outro recorde viria com o show para 198 mil pagantes no Rock in Rio II, em 1991. A banda deu um tempo, voltou a gravar em 2000 e fez o último show em 2011. Para 2015, ano do 30º aniversário de “Take on Me”, estão previstos novos lançamentos.

Sobre a-ha

Nem todo sucesso nasce de um dia para o outro. “Take on Me”, uma das músicas mais executadas do mundo nos anos 1980, levou três anos para atingir sua fórmula pop perfeita. Morten Harket (vocais), Magne Furuholmen (teclado) e Paul Waaktaar-Savoy (guitarra) ainda moravam na Noruega natal quando fizeram a primeira versão, em 1982. Mudaram-se para Londres no mesmo ano, já com algumas ideias na cabeça. Escolheram o estúdio de gravação não pelo equipamento musical, mas sim pela máquina com o jogo Space Invaders presente no ambiente. Gravaram três versões de “Take on Me” e finalizaram o álbum Hunting High and Low. Em 1985, o lançamento foi um estouro: a música foi topo das paradas em vários países (a primeira conquista do gênero para um grupo da Noruega) e ganhou um recorde de prêmios no MTV Music Awards de 1986. Nos dois álbuns seguintes, emplacaram dois sucessos respectivamente, “Cry Wolf” e “Stay on These Roads”. Outro recorde viria com o show para 198 mil pagantes no Rock in Rio II, em 1991. A banda deu um tempo, voltou a gravar em 2000 e fez o último show em 2011. Para 2015, ano do 30º aniversário de “Take on Me”, estão previstos novos lançamentos.

Sobre a-ha

Nem todo sucesso nasce de um dia para o outro. “Take on Me”, uma das músicas mais executadas do mundo nos anos 1980, levou três anos para atingir sua fórmula pop perfeita. Morten Harket (vocais), Magne Furuholmen (teclado) e Paul Waaktaar-Savoy (guitarra) ainda moravam na Noruega natal quando fizeram a primeira versão, em 1982. Mudaram-se para Londres no mesmo ano, já com algumas ideias na cabeça. Escolheram o estúdio de gravação não pelo equipamento musical, mas sim pela máquina com o jogo Space Invaders presente no ambiente. Gravaram três versões de “Take on Me” e finalizaram o álbum Hunting High and Low. Em 1985, o lançamento foi um estouro: a música foi topo das paradas em vários países (a primeira conquista do gênero para um grupo da Noruega) e ganhou um recorde de prêmios no MTV Music Awards de 1986. Nos dois álbuns seguintes, emplacaram dois sucessos respectivamente, “Cry Wolf” e “Stay on These Roads”. Outro recorde viria com o show para 198 mil pagantes no Rock in Rio II, em 1991. A banda deu um tempo, voltou a gravar em 2000 e fez o último show em 2011. Para 2015, ano do 30º aniversário de “Take on Me”, estão previstos novos lançamentos.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.

Músicas ilimitadas em qualquer lugar. Milhões de músicas em todos os gêneros.

Disponível em iOS, Android, Windows e Web.